Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1082
Título: Fluxo de carbono em ecossistemas das pastagens mediterrânicas: efeito do tipo de vegetação nas emissões do solo
Autor: Almeida, J.P.F.
Palavras-chave: Ciência do solo
Emissão de carbono
Pastagem permanente
Sequestro de carbono
Data: 2011
Editora: IPCB
Citação: ALMEIDA, J.P.F. (2011) - Fluxo de carbono em ecossistemas das pastagens mediterrânicas: efeito do tipo de vegetação nas emissões do solo. In Congresso Ibérico de Geoquímica, 8, Castelo Branco, 24-28 Set. - Livro de actas. Castelo Branco : IPCB. Vol. 2, p. 375-378. ISBN 978-989-8196-16-3.
Resumo: Actualmente, a redução das emissões de CO2 provenientes das atividades humanas é um objectivo técnico prioritário. O ciclo geoquímico dos nutrientes no solo é mediado pela atividade biológica, que resulta em emissões de CO2. No sector agrícola, os ecossistemas de pastagens permanentes são um importante sumidouro de carbono. Os Modelos para estimar o sequestro de carbono desses ecossistemas, consideram o mesmo valor da respiração do solo (emissão de CO2), para todos os tipos de vegetação (composição botânica) destas pastagens. No entanto, devido à diferente produção de biomassa das raízes, da sua qualidade e composição, resultantes das diferenças na composição botânica, poderemos esperar diferentes níveis de respiração do solo. Assim, testamos a hipótese que o tipo de vegetação determina o nível de emissão de CO2. Observaram-se maiores valores de emissão de CO2 para pastagens permanentes "Biodiversas" (mais elevados nas parcelas semeadas nesse ano do que nas parcelas antigas) em comparação com as Pastagens naturais. Sugerimos que a diferente quantidade e qualidade de biomassa das raízes, poderia ser a causa para essas diferenças. Apesar do teste da hipótese não estar concluído, estes dados sugerem que os modelos para estimar o sequestro de carbono de pastagens permanentes devem considerar diferentes emissões de CO2 de acordo com o "tipo de vegetação" e a idade da pastagem (teor inicial de C no solo).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1082
ISBN: 978-989-8196-16-3
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FragosoAlmeida-375-378.pdf172,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.