Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1108
Título: Novas perspectivas de utilização para o Coriandrum sativum L.
Autor: Delgado, F.M.G.
Ricardo, C.P.
Rauter, A.P.
Palavras-chave: Coriandrum sativum
Planta aromática
Data: 1993
Citação: DELGADO, F.M.G. ; RICARDO, C.P. ; RAUTER, A.P. (1993) - Novas perspectivas de utilização para o Coriandrum sativum L. In Congresso Ibérico de Ciências Hortícolas, Zaragoza, 27-30 Abril.
Resumo: O coentro, Coriandrum sativum L., pertence à família Umbelliferae e, é uma planta, anual aromática, com centro de origem no Norte de África e Ásia ocidental, sendo espontânea em vários países mediterrânicos. É cultivado em Portugal pelo aroma e sabor característico das suas folhas jovens. Estas são caracterizadas par serem ternapinadas e, pela sua utilização quando verdes, em diverso pratos da cozinha regional, principalmente da cozinha alentejana e algarvia. As suas folhas são também conhecidas como salsa chinesa, sendo também muito utilizadas na cozinha chinesa, indiana e mexicana. É porém, pelos seus autos que esta aromática é cultivada na maior parte dos países. O fruto é um cremocarpo globoso, com aroma muito aromático e doce, sendo o principal ingrediente do pó de caril e, fazendo parte de licores e aromas de cobertura de bolos. O fruto, é também utilizado em infusões, possuindo propriedades carminativas antiespasmódicas, espectorantes e tratando problemas intestinais. Externamente, pode ser empregue para tratamentos de artrites e reumatismo. Do fruto, extrai-se em cerca de 0,5 a 1% do seu conteúdo, um óleo essencial usado nas indústrias alimentar, farmacêutica e perfumaria. As raízes fibrosas, não são normalmente utilizadas. Recentemente e, em estudos sobre a acção de compostos de origem vegetal, com actividade biológica e fotobiológica, foram encontrados em folhas e raízes de coentro substâncias com actividade fungicida activada ou não pela luz. Este trabalho pretende, para além de comparar resultados de adaptação ecológica durante quatro anos em terrenos pertencentes a Escola Superior Agrária de Castelo Branco mostrar a acção biológica dos compostos isolados e identificados.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1108
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Novas perspectivas de utilização para.pdf4,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.