Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1171
Título: Prevalência de hipertensão arterial na cidade de Castelo Branco
Autor: Simões, Carla
Coelho, Patrícia
Pereira, Alexandre
Pereira, Telmo
Palavras-chave: Hipertensão arterial
Prevalência
Factores de risco
Conhecimento
Tratamento e controlo
Hypertension prevalence
Risk factors
Knowledge
Treatment and control
Data: Jan-2011
Editora: Sociedade Portuguesa de Hipertensão
Citação: SIMÕES, Carla [et al.] - Prevalência de hipertensão arterial na cidade de Castelo Branco. Revista Portuguesa de Hipertensão e Risco Cardiovascular. ISSN 1646-8287. Nº 21 (Jan./Fev. 2011), p. 10-18
Resumo: A hipertensão arterial (HTA) é um dos principais factores de riscos para as doenças cardiovasculares, sendo uma das principais causas de enfarte agudo do miocárdio e de acidente vascular cerebral (AVC), principalmente quando desconhecida, mal tratada ou mal controlada. Objectivo: Determinar a prevalência de HTA na população adulta da Cidade de Castelo Branco e sua associação com factores de risco. Método: A amostra estudada tem 402 indivíduos, 61,2% do sexo feminino e 38,8% do sexo masculino. Foram realizadas 3 avaliações da pressão arterial (PA) em cada indivíduo, com um esfignomanómetro (ALrK2) depois de 5 minutos de repouso e em intervalos de um minuto entre cada avaliação. Foi ainda aplicado um questionário a cada indivíduo para recolha dos dados antropométricos, demográficos, antecedentes pessoais e familiares de HTA e hábitos diários. Resultados: Foi encontrada uma prevalência de HTA de 62,4%, (38,3% do sexo feminino e 24,1% do sexo masculino). Dos indivíduos com HTA 79,3% estavam medicados, e destes apenas 49,2% apresentavam valores de PA normais. Dos indivíduos com HTA não controlada 71,8% apresentaram HTA grau I, 18,8% grau II e 9,4% grau III. Conclusão: Os resultados mostram uma elevada prevalência de hipertensão arterial, este facto alerta para a necessidade de adopção de medidas preventivas. Abstract- Hypertension (HTA) is leading risk factors for cardiovascular disease, being a major cause of acute myocardial infarction and cerebral vascular accident (AVC), especially when unknown, poorly treated or poorly controlled. Objective: Determine the prevalence of hypertension in adult population of the city of Castelo Branco and its association with risk factors. Method: The study sample contained 402 subjects, 61.2% female and 38.8% male. Were performed three evaluations of blood pressure (BP) in each individual with a sphygmomanometer (ALrK2) after 5 minutes of rest and at intervals of one minute each. A questionnaire was applied to each subjects to collect anthropometric data, demographic, personal and family history of hypertension and daily habits. Results: The prevalence of hypertension was 62.4% (38.3% female and 24.1% males). Subjects The subjects with HTA 79.3% were medicated, and of these only 49.2% had normal BP values. The subjects with uncontrolled hypertension 71.8% had grade I HT, 18.8% grade II and 9.4% grade III. Conclusions: The results showed a high prevalence of hypertension, this warning for the need to adopt preventive measures.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1171
ISSN: 1646-8287
Aparece nas colecções:ESALD - Artigos em revistas com arbitragem científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Artigo_final SPH.pdf229,59 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.