Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1193
Título: Avaliação da vulnerabilidade do sistema aquífero da captação da Fadagosa de Nisa (Concelho de Nisa)
Autor: Pais, Miguel Filipe Araújo Mota
Orientador: Antunes, Isabel Margarida Horta Ribeiro
Palavras-chave: Sistema aquífero
Índice Drastic
Cartografia de vulnerabilidade
Data de Defesa: 2011
Editora: IPCB. ESA
Citação: PAIS, Miguel Filipe Araújo Mota (2011) - Avaliação da vulnerabilidade do sistema aquífero da captação da Fadagosa de Nisa (Concelho de Nisa). Castelo Branco : IPCB. ESA. 1 CD-ROM. Dissertação de Mestrado.
Resumo: As termas da Fadagosa de Nisa estão localizadas no nordeste alentejano, tendo uma importância fulcral na economia desta região. Esta infra-estrutura está inserida no sector aquífero das Rochas Ígneas, sendo abastecida por um único furo (ACP4), com uma produtividade de 2 l/s, englobando-o numa região hidrogeológica com fraca aptidão aquífera. Tal situação está relacionada com as características litológicas, onde predominam granitos fracturados, cujas fendas estão preenchidas por argilas. Em relação à circulação das águas, estas apresentam características próprias dos meios fissurados. A concessão das termas está inserida numa região onde predomina a agricultura, o que pode possibilitar a contaminação das águas subterrâneas. A determinação da vulnerabilidade de águas subterrâneas pode ser um auxiliar precioso nos processos de tomada de decisão, visando o correcto ordenamento do território e preservação de recursos da região. Assim, com o intuito de determinar a vulnerabilidade da zona onde estão inseridas as Termas da Fadagosa de Nisa optou-se por utilizar o índice “DRASTIC”, recorrendo-se ao software ArcGis da ESRI para o tratamento da informação e posterior elaboração da cartografia. Como resultado final foi possível obter uma carta de vulnerabilidade onde se demonstra que, apesar de existirem zonas com vulnerabilidade alta e moderada na zona de estudo, na zona envolvente da captação das Termas da Fadagosa de Nisa a vulnerabilidade é baixa. Como informação complementar, foi efectuada uma análise estatística, interpretativa de diversos resultados de parâmetros físicos e químicos obtidos na água do furo ACP4 (Captação da Fadagosa de Nisa), ao longo de cerca de 10 anos, de modo a obter as variações temporais e possíveis consequências na vulnerabilidade da área de estudo. Na análise dos resultados não se verificou alterações significativas na variabilidade de ocorrência destes elementos, podendo-se considerar que os índices da vulnerabilidade tendem a manter-se constantes independentemente da estação do ano em causa.
Descrição: Dissertação de mestrado apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco com vista à obtenção do Grau de Mestre em Monitorização de Riscos e Impactes Ambientais.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1193
Aparece nas colecções:ESACB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
trabalho de mestrado miguel mota.pdf4,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.