Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1204
Título: Relação escola–família : percepções de algumas famílias de crianças com necessidades educativas especiais matriculadas no 1º ciclo do ensino básico
Autor: Alves, Marta Susana Fernandes
Palavras-chave: Necessidades Educativas Especiais
Relação escola-família
Paradigma ecológico e sistémico
Data de Defesa: Jul-2011
Citação: ALVES, Marta Susana Fernandes (2011) - Relação Escola – Família : percepções de algumas famílias de crianças com necessidades educativas especiais matriculadas no 1º ciclo do ensino básico. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 104 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: A relação entre a Escola e a Família é extremamente importante para o desenvolvimento harmonioso de todas as crianças, nomeadamente quando se trata de crianças com NEE, pois o seu desenvolvimento é fortemente condicionado por estes dois contextos de socialização, nos quais elas crescem e se desenvolvem. Com este trabalho pretendemos compreender como é percepcionada essa relação por 10 famílias de crianças com necessidades educativas especiais a frequentar o 1º ciclo do ensino básico português. Este estudo estrutura-se por uma fundamentação teórica que conduz à sua concretização prática. Assim, pelo acesso aos conceitos de Necessidades Educativas Especiais, Escola, Família e Relação Escola-Família, procuramos abordá-los numa perspectiva Ecológica e Sistémica do Desenvolvimento Humano. Desta primeira parte, sobressai a importância da parceria entre a escola e a família para o desenvolvimento das crianças, bem como a importância da formação de pais e professores para melhorar a comunicação e a participação e envolvimento dos pais na escola. A metodologia deste trabalho é de índole qualitativa visto que pretendemos compreender como se tem processado a relação entre a Escola e as Famílias de crianças com NEE. Para a sua concretização prática, recorremos à entrevista semi-estruturada como instrumento de recolha de dados, posteriormente apresentados e discutidos. Finalmente, podemos alegar como matriz para outras reflexões ou conclusões, a necessidade de mudança da escola apostando na formação dos seus profissionais, pois só assim pode formar os pais de modo a capacita-los para uma comunicação mais eficiente, para um envolvimento mais rico e, para uma participação mais responsável.
Descrição: Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1204
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE final.pdf1,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.