Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1229
Título: Educação para os media no jardim de infância : a utilização do computador
Autor: Andrade, Filipa Isabel Franco
Palavras-chave: Educação para os media
Computador
Jardim de infância
Educação pré-escolar
Tecnologias de Informação e Comunicação
Data de Defesa: Jul-2011
Citação: ANDRADE, Filipa Isabel Franco (2011) - Educação para os media no Jardim-de-Infância : A utilização do Computador. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 102 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: A sociedade de hoje é marcada pelo crescimento exponencial de informação. Ela faz parte do dia-a-dia dos cidadãos e é pautada pelo desenvolvimento veloz dos diferentes tipos de tecnologia e media. Desta forma, o crescimento e o desenvolvimento ao longo da vida são fortemente influenciados por parte destes meios de comunicação. A questão é que os meios não mostram a realidade, mas sim representações da realidade. As crianças, desde que nascem, são um dos grupos mais “moldados” pelas mensagens media. Estas possuem um sistema de aprendizagem bastante amplo e disponível. Querem saber sempre mais e estão sedentas por novos conteúdos que dêem resposta às suas indagações. Por estes motivos, é totalmente necessário prepará-las, bem como todos os cidadãos, para o consumo de media. Devem ter a capacidade de descodificar correctamente mensagens media, através de uma análise crítica e de uma produção reflexiva. Conseguirão compreender melhor o mundo que as rodeiam e terão ferramentas necessárias para conseguir participar de forma activa e reflexiva numa sociedade que é a sua. Apesar de a aprendizagem ser feita dentro e fora das paredes da escola, a verdade é que esta continua a ter um forte poder a nível de transmissão do saber a nível formal. Por esta razão, este será o contexto onde melhor se poderá educar para os media. A Educação para os media deverá fazer parte de todas as componentes curriculares de ensino, desde a Educação Pré-Escolar (que continua ainda a ser o parente pobre do sistema educativo) ao Ensino Superior. Para que tal se possa verificar, é necessário que se desenvolva mais investigação acerca da apropriação que crianças, jovens e adultos fazem dos media. Só assim será possível a criação de uma formação mais rica e significativa, bem como, a criação de recursos de apoio para auxílio dos diferentes agentes educativos. O nosso estudo, de natureza exploratória, pretende dar resposta à necessidade sentida de analisar de que forma se faz o consumo mediático através do computador no Jardim-de-Infância. Verificamos que as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) fazem parte do mundo das crianças, que as vêem com grande fascínio e motivação. O que constatamos também é que a educação desenvolvida a partir das TIC não é, ainda, feita no sentido de Educação para os media, mas com os media, talvez pela carência de recursos educativos para esta faixa etária, bem como pela falta de formação (inicial e contínua) dos docentes. Os resultados indicam que o caminho da Educação para os media ao nível da Educação Pré-Escolar ainda é escasso, como tal, todos os contributos são primordiais na mudança de atitudes na educação em especifico e da sociedade em geral.
Descrição: Relatório de Estágio apresentado ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1229
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio - Filipa Andrade.pdf938,28 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.