Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1318
Título: “Experimentar e agir para a compreensão” : caminhos na formação de professores para implementar um projecto de inovação
Autor: Torres, Ana Cristina
Nascimento, Patrícia
Rodrigues, Ana
Couceiro, Fernanda
Vieira, Rui Marques
Vieira, Celina Tenreiro
Jorge, Manuela
Paixão, Fátima
Praia, João
Martins, Isabel
Palavras-chave: Ciência viva
Educação em ciências
Formação de professores
Trabalho prático do tipo investigativo
Recursos/materiais didácticos
Data: Fev-2007
Editora: Universidade de Lisboa da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação
Citação: TORRES, Ana Cristina [et al.] (2007) - “Experimentar e Agir para a Compreensão”: Caminhos na Formação de Professores para Implementar um Projecto de Inovação. In XV Colóquio AFIRSE - Complexidade: um novo paradigma para investigar e intervir em educação?. Lisboa : Universidade de Lisboa da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, 15-17 de Fevereiro, actas, p. 1-12.
Resumo: Apresenta-se o percurso desenvolvido na primeira fase do projecto Ciência Viva nº 287 intitulado “Ciência, Tecnologia e Sociedade: Experimentar e Agir para a Compreensão”, cuja concretização assume uma atitude de articulação entre investigação, formação de professores e inovação. Pretende-se explorar algumas das fronteiras entre a escola e a investigação em Educação em Ciências, tendo como meta a promoção de práticas inovadoras no ensino experimental das Ciências, focando o desenvolvimento de competências para a compreensão da trilogia Ciência-Tecnologia- Sociedade [CTS]. Num trabalho colaborativo entre a equipa e os professores do 1º Ciclo do Ensino Básico [1º CEB], encara-se a prática e as escolas como contextos de reflexão usando a formação como um processo para se consolidarem parcerias entre instituições de investigação e escolas do ensino básico. Neste contexto, organizou-se um conjunto de workshops para os professores envolvidos no sentido de estes ganharem confiança para se optimizar a implementação das actividades propostas e a utilização dos recursos/materiais preparados. Tais sessões permitiram também à equipa conhecer, de modo particular, dificuldades que emergem dos novos desafios com que os professores se deparam, no âmbito da Educação em Ciências. Reconhecendo os contextos educativos como contextos dinâmicos, importa, assim, analisar estas dificuldades numa abordagem sistémica e complexa para melhor interpretar esses desafios e elaborar futuras propostas de apoio aos professores. Tais propostas poderão inserir-se em projectos de investigação fundamentados, tendo em atenção princípios que constituem o paradigma da complexidade, tais como a totalidade, recursividade, imprevisibilidade.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1318
Aparece nas colecções:ESECB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Experimentar e Agir.pdf171,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.