Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1367
Título: Superação do vitalismo e o imparável desenvolvimento da síntese orgânica
Autor: Paixão, Fátima
Pereira, Mariette
Palavras-chave: História da química
Síntese orgânica
Data: Jan-2011
Editora: Sociedade Portuguesa de Quimica
Citação: PAIXÃO, Fátima ; PEREIRA, Mariette (2011) - Superação do vitalismo e o imparável desenvolvimento da síntese orgânica. Química. ISSN 0870-1180. Nº 120, (Jan/Mar), p. 39-41.
Resumo: A síntese orgânica representou um marco capital no História do Química, conduzindo ao fim da filosofia vitalista que considerava que as substâncias constitutivas dos animais e das plantas eram de natureza diferente dos corpos minerais, não obedecendo as mesmas leis, nem podendo ser feitas em laboratório. Quase dois séculos volvidos, a filosofia emergente e, agora, a de uma síntese verde, ambientalmente mais sustentável.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1367
ISSN: 0870-1180
Aparece nas colecções:ESECB - Artigos em revistas com arbitragem científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Quimica-Superação do vitalismo.pdf3,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.