Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/137
Título: Competências empresariais do designer: ensino vs experiência profissional
Outros títulos: Designer business skills: eduction vs professional experience
Autor: Gomes, A.C.
Guedes, M.G.
Palavras-chave: Competências empresariais
Perfil profissional
Perfil profissional do designer
Adequação a Bolonha
Data: 2009
Editora: Centro Português de Design
Citação: GOMES, A.C.; GUEDES, M.G.(2009) - Competências empresariais do designer: ensino vs experiência profissional. In Congresso E_Design Conference, Lisboa, Novembro 2009. Lisboa : CPD.
Resumo: A problemática do Ensino Superior em Design, no quadro do processo de adequação a Bolonha, implica a necessidade de definir o perfil de competências em design que deverá enquadrar a estruturação dos novos planos curriculares dos cursos de 1º e 2º ciclos. Tendo em consideração que, desde que é detectada uma necessidade de mudança de plano curricular até que os primeiros graduados com o novo perfil de competências entram no mercado de trabalho, decorre um período mínimo de três a cinco anos, importa que as Escolas Superiores desenvolvam estudos prospectivos que permitam antecipar as alterações de necessidades no que respeita às competências futuras dos designers. Com o objectivo de analisar em que medida a formação superior em design dota os graduados de competências empresariais, foi realizado um estudo por questionário junto de designers nacionais a exercer profissão, através do qual se pretendeu avaliar em que medida as respectivas competências empresariais foram por eles adquiridas por via da formação superior ou da experiência profissional. Os inquiridos foram também questionados quanto à sua visão sobre a evolução de exigências futuras no que respeita a essas mesmas competências (horizonte 2015). O conjunto de competências empresariais questionadas foi definido através de pesquisa bibliográfica e de documentação recolhida junto das principais organizações nacionais e internacionais ligadas ao design. A análise estatística dos resultados obtidos permitiu concluir que as competências empresariais são adquiridas pelos designers sobretudo através da prática profissional, sendo o contributo da formação superior insuficiente. No que respeita à visão das necessidades futuras, os inquiridos consideram que os profissionais de design se confrontarão com um aumento significativo das exigências de desempenho no que respeita às competências empresariais. Face às conclusões obtidas, tendo em consideração a adequação a Bolonha, o conjunto de competências definido foi analisado e desenvolvida uma proposta de estrutura curricular que contempla aquisição daquelas competências empresariais ao longo da formação superior em Design de 1º e 2º ciclos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/137
Aparece nas colecções:ESART - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A_Cruchinho_fullpaper1.pdfDocumento em Português139,29 kBAdobe PDFVer/Abrir
A_Cruchinho_fullpaper1ing.pdfDocumento em Inglês138,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.