Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1407
Título: Avaliação da aplicação de um composto orgânico como alternativa à fertilização mineral em greens de golfe
Autor: Sebastião, Pedro Filipe Viegas
Palavras-chave: Agrostis stolonifera
Composto
Fertilização
Green
Qualidade de jogo
Topdress
Data de Defesa: 2011
Editora: IPCB. ESA
Citação: SEBASTIÃO, Pedro Filipe Viegas (2001) - Avaliação da aplicação de um composto orgânico como alternativa à fertilização mineral em greens de golfe. Castelo Branco : IPCB. ESA. 1 CD-ROM. Dissertação de Mestrado.
Resumo: O presente trabalho pretende contribuir para um melhor conhecimento da utilização de compostos orgânicos em campos de golfe e obter resultados que permitam verificar se estes materiais podem ser uma alternativa aos fertilizantes normalmente utilizados. Para o efeito foi realizado um teste de germinação em placa e um ensaio de campo com a duração de quatro meses, onde foi estudada a resposta de um grupo de greens de Agrostis stolonifera à aplicação, sob a forma de topdress, de um composto orgânico misturado com areia na proporção de 1:2, usando como controlo um grupo de greens com a fertilização convencional e habitual no campo de golfe. Foi analisado a fitotoxicidade do composto ou a inibição da capacidade germinativa de sementes; a influência nalgumas propriedades do solo nomeadamente: valor de pH, teor de matéria orgânica, condutividade eléctrica, Fósforo e Potássio assimiláveis e bases de troca; a influência na presença/severidade de ataques de Dollar spot e a qualidade dos greens avaliada pela velocidade destes. O teste de germinação em placa apresentou para o extracto aquoso a 20% resultados bem acima de 90%, o que garante um adequado grau de maturação do substrato. Em relação às propriedades do solo analisadas, os resultados, com excepção do “Potássio assimilável”, foram sempre idênticos ou melhores nos greens onde foi aplicado o composto. Não foi detectada a presença de Dollar spot durante o período em que decorreu o ensaio. A velocidade dos greens tratados com o composto foi no início similar à do grupo de controlo, mas a seguir à segunda aplicação de composto, os valores foram superiores. Concluiu-se que a aplicação deste composto orgânico em greens, nas condições do ensaio, pode ser um destino final a considerar, uma vez que substituindo a fertilização convencional nos greens em estudo, estes mantiveram uma qualidade de jogo idêntica aos fertilizados da forma convencional.
Descrição: Dissertação submetida à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para obtenção do Grau de Mestre em Gestão Agro-Ambiental de Solos e Resíduos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1407
Aparece nas colecções:ESACB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_PEDRO_SEBASTIAO.pdf1,27 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.