Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1497
Título: Um novo olhar…à PHDA na sala de aula do 1º ciclo
Autor: Carapeto, Olga Maria Almeida Santos
Palavras-chave: PHDA
Programa de intervenção
Orjales
Educação especial
Diferença
Comportamento escolar
Data de Defesa: 2012
Citação: CARAPETO, Olga Maria Almeida Santos (2012) - Um novo olhar…à PHDA na sala de aula do 1º ciclo. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 190 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: O tema da presente investigação é sobre a Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção (PHDA) na sala de aula do 1º Ciclo numa tentativa de compreender e apoiar não só os alunos que têm este diagnóstico mas também de intervenção dos seus professores. O problema deste estudo prende-se com as dificuldades sentidas diariamente pelos professores e os pais/ encarregados de educação de crianças diagnosticadas com PHDA, no contexto escolar do 1º Ciclo. No que diz respeito à metodologia utilizada é feita uma abordagem à investigação qualitativa em educação, incidindo particularmente no estudo de caso qualitativo, pois foi aplicado o programa de intervenção cognitivo-comportamental, da Drª Isabel Orjales Villar, a uma criança com PHDA, que constitui o grupo experimental. Foram também aplicados, em forma de pré e pós-teste, as Escalas de Conners, em versão reduzida, e os Critérios de diagnóstico para a PHDA do DSM-IV-TR, aos pais e professores de duas crianças com PHDA (grupo experimental e grupo de controlo). Posteriormente, serão comparados os resultados obtidos antes e depois da aplicação do programa de intervenção cognitivo-comportamental, a fim de se verificar se o programa obteve ou não êxito e comprovar a sua eficácia. Quanto às conclusões do estudo é de salientar que o programa mostrou algum sucesso, pois apesar de não ser muita a diferença dos resultados obtidos na fase de pré e pós-teste, verificou-se que houve descidas na maioria das subescalas avaliadas, inclusivamente no índice de défice de atenção e hiperatividade de Conners. Devemos também salientar que os resultados do nosso estudo foram comparados com mais duas investigações que estão a decorrer sobre a aplicação do mesmo programa e que as três investigações apresentam e comprovam melhorias. Desta forma, podemos concluir que o programa de intervenção cognitivo-comportamental obteve êxito e é eficaz.
Descrição: Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Especial.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1497
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE- Olga.pdf3,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.