Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1571
Título: Relação entre medidas de resultados centrados na pessoa e medidas clínicas convencionais em indivíduos com osteoartrose do joelho
Autor: Afonso, G.
Gonçalves, R.
Palavras-chave: Osteoartrose do joelho
Fisioterapia
Medidas clínicas e funcionais
Data: 2008
Editora: Associação Portuguesa de Fisioterapeutas
Citação: AFONSO, G.; GONÇALVES, R. (2008) - Relação entre medidas de resultados centrados na pessoa e medidas clínicas convencionais em indivíduos com osteoartrose do joelho. In Congresso Nacional dos Fisioterapeutas, 7, Lisboa, 13-15 Maio – A saúde pelas nossas mãos: livro de resumos. Lisboa: Associação Portuguesa de Fisioterapeutas. p. 59
Resumo: OBJECTIVOS: Analisar a relação entre medidas clínicas convencionais da fisioterapia, testes funcionais e medidas genéricas e de condição específica do estado de saúde, bem como examinar o poder preditivo das medidas clínicas convencionais e dos testes funcionais nas medidas genéricas e de condição específica do estado de saúde, em indivíduos com osteoartrose (OA) do joelho. RELEVÂNCIA: Os resultados dos cuidados de fisioterapia prestados a indivíduos com OA do joelho são vulgarmente medidos através de medidas clínicas convencionais e testes funcionais, embora não se conheça claramente a adequação destas medidas para estimar a percepção global do indivíduo face ao seu estado de saúde. AMOSTRA: Participaram 37 pessoas (sexo: 25 mulheres, 12 homens; idade: 67,6±9,05 anos; estatura:161,3±6,8 cm; peso: 77,3±13.1 kg com OA do joelho. METODOLOGIA: as medidas clínicas avaliadas foram o teste muscular, a goniometria, a medição do ângulo Q. Foram administrados os testes funcionais de subir e descer escadas e o Timed Up & Go Test. O estado de saúde foi medido com os questionários MOS SF-36 e WOMAC. ANÁLISE ESTATÍSTICA: O coeficiente r de Pearson foi utilizado para analisar as relações entre as diferentes medidas de resultados. A análise de regressão (forward stepwise regression) foi utilizada para identificar as medidas clínicas convencionais da fisioterapia e os testes funcionais com poder preditivo sobre as medidas genéricas e de condição específica do estado de saúde. RESULTADOS/DISCUSSÃO: O Timed Up & Go Test combinado com o teste de subir escadas explicou 36% na percepção do WOMAC função, o teste de subir e descer escada combinado com a estatura explicaram 34,2% do MOS-SF-36 na dimensão desempenho físico. CONCLUSÃO: Das medidas de resultados abordadas, o Timed Up & Go Test o teste de descer escadas foram os que melhor estimaram a percepção da função do joelho. É recomendada a utilização destes testes na investigação dos resultados em fisioterapia em OA joelho.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1571
Aparece nas colecções:ESALD - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
afonso.pdf5,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.