Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1710
Título: Comunicação em cuidados paliativos
Autor: Vital, Fernanda Maria Marques Filipe
Orientador: Sapeta, Ana Paula Gonçalves Antunes
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Comunicação adequada
Trabalho em equipa
Controlo de sintomas
Apoio à família
Competência
Data de Defesa: 2012
Editora: IPCB.ESALD
Citação: VITAL, Fernanda Maria Marques Filipe (2012) - Comunicação em cuidados paliativos. Castelo Branco:IPCB.ESALD. X, 87 p. Relatório de estágio.
Resumo: Os Cuidados Paliativos são cuidados ativos e totais, prestados por equipas multidisciplinares com formação e treino adequado a doentes com doença crónica, avançada e terminal e suas famílias, num momento em que o tratamento curativo já não responde. A complexidade destes doentes exige aos profissionais preparação técnica, formação teórica e experiência prática efetiva. Assim, a formação diferenciada na área é essencial para garantir organização, excelência e qualidade dos cuidados prestados. No contexto do Mestrado em Cuidados Paliativos da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, na vertente profissionalizante, foi realizado um estágio de 300 horas presenciais na Equipa Intra-Hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos (EIHSCP) do HSJ e no SMPHF. O objetivo geral do estágio era adquirir competências nas quatro áreas chave dos Cuidados Paliativos nomeadamente: Comunicação Adequada, Trabalho em Equipa, Controlo de Sintomas, Apoio à Família. As competências da comunicação adequada foram desenvolvidas através da análise e reflexão de momentos de ajuda com o doente/família, cujo intuito era a relação de ajuda para alívio do sofrimento. No trabalho em equipa o meu objetivo era integrar a equipa multidisciplinar e adquirir/aprender estratégias de trabalho em equipa nomeadamente participar na prestação de cuidados e nas reuniões de equipa dando o meu contributo como enfermeira com formação avançada na área. No controlo de sintomas utilizei competências adquiridas na avaliação das necessidades, avaliação e monitorização de sintomas, medidas farmacológicas e não farmacológicas, refletindo o benefício para o doente. Desenvolvi competências pedagógicas e científicas realizando formação neste âmbito, designadamente o sintoma fadiga, contribuindo assim para a melhoria contínua da qualidade. No apoio à família saliento o apoio no luto e a conferência familiar como inclusão no plano de cuidados. A conferência familiar é um instrumento fundamental no apoio à família, assim, descrevo e realizo reflexão sobre as conferências em que participei. Considero que como enfermeira com formação avançada em cuidados paliativos, desenvolvi competências através do treino, análise e reflexão com o intuito de atingir/alcançar resultados de excelência ao nível da assistência ao doente e família através da avaliação contínua, global e holística baseando-me sempre na evidência científica. Assim, sinto-me competente em prestar Cuidados Paliativos com qualidade tendo em conta as competências adquiridas.
Descrição: Relatório de estágio apresentado à Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de mestre em Cuidados Paliativos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1710
Aparece nas colecções:ESALD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Fernanda Vital_A.pdf3,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.