Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1728
Título: Análise do perfil de resolvedores de tarefas matemáticas que implicam padrões de repetição : relatório de estágio
Autor: Silva, Inês Damasceno
Palavras-chave: Padrões de repetição
Pensamento algébrico
Sequências
Tarefas
Matemática
Data de Defesa: 2012
Citação: SILVA, Inês Damasceno (2012) - Análise do perfil de resolvedores de tarefas matemáticas que implicam padrões de repetição : relatório de estágio. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 198 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: A elaboração deste relatório de estágio tem como fim a conclusão do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Este relatório tem como objetivo demonstrar o ―caminho‖ percorrido durante a Prática Supervisiona, que se efetuou na Escola Básica de São Tiago. Neste relatório serão evidenciadas as várias fases da Prática Supervisionada, isto é, as sessões de observação, que consistiram em observar o trabalho realizado pela professora cooperante; as sessões de prática efetiva com alunos do 2º ano de escolaridade, com idades entre os 6 e os 7 anos, onde trabalhámos três dias por semana e onde foram desenvolvidas diversas atividades; e o estudo realizado com a turma para analisar o perfil de resolvedores de tarefas matemáticas que implicam padrões de repetição. Este estudo tem como objetivo verificar quais são as dificuldades na resolução de tarefas que implicam padrões de repetição; verificar se os alunos considerados bons em matemática se distinguem dos alunos menos bons na resolução das tarefas envolvendo padrões de repetição; observar até onde é que os alunos (menos bons, médios e bons) conseguem ir na resolução dessas tarefas e descobrir se os alunos conseguem fazer generalizações ou se só os alunos bons o conseguem fazer. Para realizar este estudo e procurar a resposta à questão essencial deste estudo, “Como é que os alunos menos bons, médios e bons resolvem tarefas que implicam padrões de repetição?”, optou-se por adotar o método de estudo de caso, sendo principalmente descritivo. Para a recolha dos dados, os instrumentos que utilizámos foram as tarefas concebidas pelo investigador. Foram apresentadas 9 tarefas distintas de padrões de repetição, incluindo três tarefas para o padrão ABAB…, três para o ABCABC… e três para o ABBCABBC…. Estas tarefas, posteriormente, foram analisadas pelo investigador. Esta turma demonstrou que os alunos muito bons se distinguem dos alunos médios e dos alunos menos bons, pois estes tiveram um desempenho mais positivo, pois tiveram mais facilidade em resolver as tarefas, em explicar as suas resoluções e conseguiram fazer generalizações. Notou-se uma maior distinção entre os alunos muito bons e a aluna menos boa, pois esta apesar de resolver algumas das tarefas corretamente, não consegue explicar o seu raciocínio e não consegue fazer generalizações. Contudo, alguns dos alunos considerados muito bons, em algumas tarefas, tiveram ao mesmo nível dos alunos considerados médios. Porém, também, alguns alunos médios conseguiram resolver e fazer iv generalizações em algumas tarefas, no entanto, estes demonstraram mais dificuldades. Estes resultados foram produto da análise das 9 tarefas resolvidas por cada aluno.
Descrição: Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1728
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
InêsDamascenoSilva.pdf3,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.