Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1784
Título: Hoje e amanhã com dificuldade intelectual e desenvolvimental num lar de idosos de uma IPSS
Autor: Martins, Estela Mariza Antunes Nunes
Orientador: Martins, Ernesto Candeias
Palavras-chave: DID
Acessibilidades
Lar de idosos
Inclusão social
Plano de intervenção em educação especial
DID
Accessibilities
Retirement homes
Social inclusion
Intervention plan in special education
Data de Defesa: 2013
Citação: MARTINS, Estela Mariza Antunes Nunes (2013) - Hoje e amanhã com dificuldade Intelectual e desenvolvimental num lar de idosos de uma IPSS. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 133 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: O acesso a uma resposta social adequada é bastante condicionada a indivíduos com Dificuldade Intelectual e desenvolvimental (DID) em idade adulta, a falta de políticas públicas específicas para essa população agrava ainda mais um quadro já bastante difícil. As iniciativas existentes no nosso país ainda são poucas, isoladas e muito recentes. Como consequência também as valências de lar de idosos de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) se têm confrontado com este público uma vez que as respostas sociais existentes não são em número suficiente, para abarcar toda esta população com DID. É neste sentido que nos propusemos a realizar este estudo, que tem como objetivo geral conhecer como é a inclusão de indivíduos com DID, em valência de lar de uma IPSS, mais precisamente de um individuo do sexo feminino, com quarenta e dois anos e que apresenta um quadro de microcefalia associada (DID) intitulado de “Existe inclusão de indivíduos com Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais na valência de Lar de idosos, de uma Instituição Particular de Solidariedade Social. São entrevistadas algumas funcionárias da IPSS, quatro do quadro técnico existente, e três entrevistadas do pessoal auxiliar que atendem o nosso sujeito em estudo, bem como o irmão e um utente próximo. Numa fase posterior à realização das entrevistas fez-se a respetiva análise de conteúdo e o tratamento dos dados. O que nos permitiu concluir que existe ainda muito trabalho que pode ser desenvolvido, assente na ideia de que “o processo de aprendizagem do conhecimento nunca está acabado, e pode enriquecer-se com qualquer experiência” (DELORS, 1998, p. 93). Com base nesta visão de educação possível ao longo da vida, propusemos um plano de intervenção educativo que visa desenvolver as capacidades destes indivíduos com DID, para que de facto pudessem ser utentes participativos e” incluídos” na própria instituição. Porque como foi possível constatar, lidar com um individuo diferente é muito mais que desenvolver um trabalho, é também mudar de atitude, é vê-lo não apenas na sua diferença, pois, subjacente à óptica do individuo diferente, existe um conceito de individuo, com direitos e deveres.
which can found in our country are few, isolated and very recent. As a consequence, the retirement facilities of the (IPSS) – Private Institutions of Social Solidarity - have also been confronted with this reality since all the existent social responses are not enough to embrace all the DID population. This is the reason why we wanted to make the following work, which as main objective intends to understand the inclusion of DID individuals in retirement homes of IPSS, more precisely the case of a female individual of forty two years old with a clinical state of microcephaly associated (DID). The following work is thus entitled “Is there inclusion of individuals with Development and Intellectual Difficulties in retirement homes of Social Solidarity Institutions?” Some workers of the IPSS are interviewed, 4 from the existing technical staff and 3 from the auxiliary staff which attend to the subject being studied. The subject’s brother and a user close to the subject are also interviewed. After the interviews, content analysis and data processing occurred. This led us to conclude that there is still much work that can be developed, supported in the idea that “the learning process never ends, and can be enriched by any experience” (DELORS, 1998, p.93). Based on this vision of lifelong learning, we propose an educational intervention plan which aims at developing the skills of DID individuals so that they can actually be participating and “included” users in the institution. All this because it was possible to realize that dealing with a different individual is much more than accomplishing work, it relates to changing conceptions and it concerns embracing the individual not only in its difference, because underlying the different individual there is an individual with rights and duties.
Descrição: Trabalho Projeto apresentado ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1784
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese final Estela..pdf2,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.