Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1795
Título: Actividade física no pré-escolar : efeito da actividade física no desenvolvimento motor de crianças de 5 anos de idade
Autor: Martins, Ana Margarida Barata
Palavras-chave: Criança
Pré-escolar
Desenvolvimento motor
Actividade física
Habilidades locomotoras
Habilidades manipulativas
Data de Defesa: 2010
Citação: MARTINS, Ana Margarida Barata (2010) - Actividade física no pré-escolar : efeito da actividade física no desenvolvimento motor de crianças de 5 anos de idade. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 132 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: O Desenvolvimento Motor é um processo contínuo, longo e demorado com mudanças acentuadas nos primeiros anos – decisivos, sendo essencial orientar a criança no seu desenvolvimento. Assim, a prática regular de actividade física, na escola e fora dela, surge como um momento privilegiado pois estimula um desempenho mais elevado das habilidades motoras fundamentais nomeadamente, as habilidades locomotoras e manipulativas. A presente investigação envolveu uma amostra de 45 crianças, de três infantários da Cidade de Castelo Branco, 20 raparigas e 25 rapazes, repartidas por três grupos de 15 elementos. Teve por objectivo averiguar se a prática de actividade física, orientada, influenciava o desenvolvimento motor ao nível das habilidades locomotoras e manipulativas em crianças de 5 anos de idade do pré-escolar. Para recolha dos dados foi utilizado a bateria de teses “Test Of Gross Motor Development – Second Edition” (TGMD-2) (Ulrich, 2000) que avalia o comportamento motor, nas habilidades consideradas, em dois momentos de avaliação (pré e pós teste). Os resultados globais e principais conclusões apontaram para a existência de diferenças estaticamente significativas nas variáveis das habilidades locomotoras e manipulativas nos dois momentos de avaliação (pré – pós teste). Ao nível das habilidades manipulativas podemos verificar que tanto a quantidade de actividade física semanal como o género mostram diferenças estatisticamente significativas, o mesmo não tendo sucedido ao nível das habilidades locomotoras. Como apontamento final, podemos referir que a prática da actividade física regular influencia e contribui para o desenvolvimento das habilidades locomotoras e manipulativas das crianças de 5 anos de idade pré-escolar, no entanto, o tempo de actividade física orientada apenas apresenta ganhos significativos ao nível das habilidades manipulativas.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco, com vista à obtenção do grau de Mestre em Actividade Física, na Especialidade de Motricidade Infantil.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1795
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ana Martins.pdf105,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.