Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1808
Título: Linhas orientadoras da política linguística educativa da UE
Autor: Gonçalves, Teresa
Palavras-chave: Política linguística educativa da União Europeia
Ensino-aprendizagem de línguas
Multilinguismo
Plurilinguismo
TIC
Data: 2011
Citação: GONÇALVES, Teresa (2011) - Linhas orientadoras da política linguística educativa da UE. Revista Lusófona de Educação. ISSN 1646-401X. Vol. 18, n.º 18, p. 25-43.
Resumo: Em vários documentos-chave (recomendações, planos de acção, quadros, pesquisas/ estudos, relatórios, directivas e comunicações), sobre política educativa (PE), política linguística (PL) e política linguística educativa (PLE) (tomadas de decisão em relação ao ensino das línguas num Estado, nos contextos formais de educação e nos contextos informais), principalmente os publicados a partir das Cimeiras de Lisboa (ou Estratégia de Lisboa, lançada em 2000) e Barcelona (2002), emanados da Comissão das Comunidades Europeias (CCE), do Comité Director da Educação do Conselho da Europa (CDECE), da Divisão das Políticas Linguísticas (DPL) e do Centro Europeu para as Línguas Vivas (CELV), a União Europeia (UE) tem vindo a veicular linhas orientadoras sobre o ensino/aprendizagem das línguas no mesmo espaço económico e sociopolítico. Neste artigo vamos passar em revisão alguns documentos oficiais da UE de referência que explicitam essas mesmas linhas orientadoras, procedendo à sua apresentação.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1808
ISSN: 1646-401X
Aparece nas colecções:ESECB - Artigos em revistas com arbitragem científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Artigo Revista Lusófona de Educação_2011.pdf301,1 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.