Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/1896
Título: Aplicação SIG nos planos prévios de intervenção : objecto de estudo – A23 e A25
Autor: Rocha, Hugo Henrique Neto
Orientador: Teixeira, Maria Cristina Canavarro
Fernandez, Paulo Alexandre Justo
Palavras-chave: Plano prévio de intervenção
Proteção civil
Sistemas de Informação Geográfica
Autoestrada A23
Autoestrada A25
Análise de redes
Data de Defesa: 2013
Resumo: Este trabalho tem como objetivo principal, desenvolver uma base de execução dos Planos Prévios de Intervenção (PPI) numa plataforma de Sistemas de Informação Geográfica (SIG), através de metodologias de Análise de Redes, que facilite a capacidade de resposta dos Agentes de Proteção Civil (APC). Este estudo vai incidir nas AE A23 e A25, nomeadamente na sua parte integrante no Distrito da Guarda, tendo sido para o efeito, constituída uma base de dados desta região, com os meios disponíveis para prestar socorro em caso de acidente, assim como toda a rede viária desta região sem esquecer os acessos disponíveis das autoestradas (AE). Se por um lado as AE assumem um papel importante no desenvolvimento de um país, facilitando ligações e permitindo uma circulação mais eficaz, por outro também potenciam o aumento do risco de acidentes. Para atingir os objetivos a que nos propusemos, utilizámos a extensão do Network Analyst do ArcGIS @ESRI, que é uma ferramenta de Análise de Redes, que nos permitiu conhecer as áreas de abrangência de cada um dos meios de socorro considerados, assim como, quais os agentes mais bem localizados para intervir num acidente simples (envolvendo uma viatura), num acidente multi-vítimas e num acidente com matérias perigosas. Com este estudo, e sem esquecer as limitações inerentes ao mesmo, pudemos concluir que toda a zona das autoestradas A23 e A25 se encontra coberta até um máximo de trinta minutos de atendimento em caso de acidente. Constatámos igualmente, que há locais do distrito da Guarda, em que este tempo é superior ao considerado admissível para prestação de socorro. A abordagem que foi proposta neste trabalho, através da utilização de uma plataforma SIG, para este tipo de intervenção, permite construir um plano de intervenção em tempo real, atendendo à informação de base constituída para uma determinada região.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica – Análise de Biossistemas
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/1896
Designação: Mestrado em Sistemas de Informação Geográfica
Aparece nas colecções:ESACB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório_Mestrado_Hugo_Rocha.pdf4,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.