Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2115
Título: Exploração de espaços de educação não formal no 1.º ciclo do ensino básico : construção de um herbário com espécies do horto de Amato Lusitano
Autor: Silva, Filipa Rubina Pereira
Orientador: Paixão, Maria de Fátima Carmona Simões da
Jorge, Fátima Regina Duarte Gouveia Fernandes
Palavras-chave: Ensino Básico
Educação em ciências e matemática
Integração curricular
Espaços não formais de educação
Horto de Amato Lusitano
Basic education
Science and mathematics education
Curriculum integration
Non-formal education spaces
Amato Lusitano garden
Data de Defesa: 2-Dez-2013
Resumo: Este relatório integra uma investigação desenvolvida na unidade curricular Prática Supervisionada no 1.º Ciclo do Ensino Básico, cuja problemática se insere no âmbito da interação entre espaços de educação formal e não formal para a promoção de aprendizagens de âmbito curricular. Desta problemática emergiram duas questões que nortearam o estudo: (1) Em que medida as aprendizagens realizadas em contexto não formal promovem aprendizagens de Ciências e Matemática, de âmbito curricular, significativas, nos alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico? (2) De que modo se estabelece, a nível didático, a relação entre os contextos formais e não formais? De modo a percecionar em que medida os espaços de educação não formal promovem as aprendizagens curriculares (educação formal), escolhemos o Horto de Amato Lusitano (espaço de educação não formal), situado na Escola Superior de Educação de Castelo Branco, para desenvolver o nosso estudo. Para isso, foi planificado e implementado um percurso de ensino e aprendizagem integrando diferentes áreas do currículo, envolvendo intervenções didáticas articuladas em sala de aula e no Horto de Amato Lusitano (antes, durante e após a visita). Em termos metodológicos e dada a natureza do problema e das questões orientadoras do estudo optamos pela metodologia de investigação-ação, de índole qualitativa. Como técnicas e instrumentos de recolha de dados recorremos à observação, notas de campo, registos escritos e fotográficos e entrevista semiestruturada. Os resultados sustentam a afirmação de que estes espaços, ditos não formais, são potencializadores da integração didática que rege o ensino básico, e propiciam simultaneamente momentos de aprendizagem significativa e efetiva. As manifestações dos alunos, o seu interesse e as opiniões da professora cooperante apontam para uma conclusão muito positiva face aos recursos e materiais produzidos, assim como das estratégias e atividades implementadas.
The present internship report occurs due the culmination of the Supervised Practice in Primary School that was held in the first half of the 2nd year of the Masters in Preschool Education and Primary School Teaching. Wich took place in kindergarten Boa Esperança with a group of children aged between 4/5 years and with a class of the 2 year of the Primary School at the Group of Schools Faria de Vasconcelos. This report also includes an investigation developed on the supervised practice of the Primary School curriculum unity, whose problem passes through the contribution of the interaction between areas of formal and non-formal learning for the promotion of curricular context. Through this problem two question appeared that guided the flow of this study: (1) The extent to which learning in non-formal contexte promotes significant Science and Mathematics knowledge, to students at Primary School?; (2) How it is established, didactic level, the relationship between the formal and non-formal context? In order to perceive the extent to which non-formal education spaces promote the formal learning we chose the Garden of Amato Lusitano (area of non-formal education), located in Escola Superior de Educação de Castelo Branco, to develop our study. Therefore, it was planned and implemented a route of teaching and learning by integrating different areas of the curriculum, involving didactic interventions articulated in the classroom and in the Amato Lusitano Garden (before, during and after the visit): In methodological terms, and given the nature of the problem and guiding questions of the study we opted for the methodology of action research, qualitative in nature. As techniques and tools for data collection we resorted to observation, field notes, written and pictorial records and semistructured interviews. The results support the claim that these spaces, said non-formal are enhancers of the integrating didactives that governs basic education, and simultaneously provide learning moments meaningful and effective. The manifestations of the students, their interests and opinions of the cooperating teacher points to a very positive conclusion taking into account the resources and materials produced, as well as the strategies and activities implemented.
Descrição: Relatório de estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2115
Designação: Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio ccapa.pdf1,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.