Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2116
Título: A operacionalização da educação especial em escolas de ensino regular : opiniões e contributos de professores de 1º ciclo
Autor: Carvalho, Filipa Alexandra Bonito da Silva
Orientador: Mesquita, Maria Helena Ferreira de Pedro
Palavras-chave: Inclusão
Educação especial
Necessidades Educativas Especiais
Decreto-Lei 3/2008 de 7 de janeiro
Inclusion
Special education
Special needs education
Decree-Law 3/2008 of 7th of January
Data de Defesa: 2-Dez-2013
Resumo: As escolas regulares têm vindo, progressivamente, a acolher um número cada vez maior de crianças com Necessidades Educativas Especiais. Atualmente, em Portugal, o documento que rege a operacionalização da Educação Especial em Escolas de Ensino Regular é o Decreto-Lei 3/2008 de 7 de janeiro que, de um modo geral, define os procedimentos administrativos obrigatórios, medidas educativas a implementar e atribui diversas funções aos vários agentes educativos. Assim, o corpo docente, e outros profissionais, têm que reger a sua atividade de acordo com a referida legislação, na qual se destacam, claramente, os papéis dos Professores Titulares de Turma (no caso do 1º Ciclo) e dos Professores de Educação Especial. O presente estudo pretende verificar em que medida os Professores Titulares de Turma estão a contribuir para a operacionalização do Decreto-Lei 3/2008 de 7 de janeiro. Assim, entrevistámos 11 professores de 1º Ciclo, titulares de uma turma com, pelo menos, uma criança incluída na sua sala de aula ao abrigo do regime de educação especial, com o objetivo de analisar que opiniões estes têm acerca do seu contributo neste processo. Verificámos que, os professores, apesar de trabalharem, diariamente, com crianças incluídas ao abrigo do regime de educação especial assumem que não são conhecedores exímios do normativo em questão. No entanto, a maioria, responde que conhece na generalidade. Efetivamente, ao longo das entrevistas podemos perceber, que existem aspetos que os entrevistados dominam melhor em detrimento de outros. … … Conclui-se, no entanto, que os professores estão sensibilizados para trabalharem em prol de uma escola cada vez mais inclusiva, reconhecem as fragilidades do sistema educativo atual e estão despertos para a necessidade do trabalho ser desenvolvido em articulação com todos os elementos envolvidos no processo de educação e inclusão da criança com Necessidades Educativas Especiais.
Regular schools have been hosting a growing number of children with Special Educational Needs. Currently, in Portugal, the document that manages the operation of the Special Education in Regular Schools is the Decree-Law 3/2008 of 7th of January. In general it defines the administrative procedures required to implement educational measures, and assigns various functions to various educational agents. Therefore, the teachers, and other professionals have to manage their activity in accordance with this legislation, which stand out the roles of Professors of Class (in the case of the 1st cycle) and Teachers of Special Education. The present study investigated the contribution of Class Teachers to the running of the Decree-Law 3/2008 of 7th of January. Therefore, we interviewed 11 teachers of the 1st cycle, holders of a class with at least one child of special education, to analyze what opinions they have about their own contribution to this process. We found that teachers, despite working daily with children of special education assumed that they don’t know the standard of the Decree-Law 3/2008 of 7th of January well enough. However, most of them have a general overview of the law. During the interviews, we can see that there are aspects of the decree that some dominate better than others. Furthermore, the teachers showed uncertainty in certain steps of the process, referring to the part of the responsibilities of working in partnership with the Special Education Teacher or Multidisciplinary Teams. Teachers that were interviewed never mentioned to be the coordinators of the Individual Educational Plan, despite this fact being clearly mirrored in Decree-Law 3/2008 of 7th of January. We conclude, however, that teachers have sensibility to work in a school that goes towards inclusion, they recognize the fragility of the current education system and are aware of the necessity of working together with all the elements involved in the process of education and inclusion of children with Special Educational Needs.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2116
Designação: Mestrado em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Filipa Carvalho.pdf2,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.