Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2169
Título: Projecto de construção de uma unidade de produção de suínos intensiva ao ar-livre
Autor: Silva, Marcelo Filipe Bettencourt da
Orientador: Carreiro, Filipe Alberto Marques da Silva
Palavras-chave: Produção de suínos
Projecto de construção
Data de Defesa: 2013
Resumo: A realização do Projecto Final II é imprescindível para a obtenção do grau de Mestre, exercendo uma conexão com a teórica aprendida e um ambiente autónomo de desenvolvimento de trabalho, essencial para o sucesso numa carreira pessoal. O trabalho realizado neste âmbito teve como título “Projecto de construção de uma unidade de produção de suínos intensiva ao ar-livre”. Foi realizado durante um período de aproximadamente 7 meses, e virá a ser posto em prática num futuro próximo. A produção suinícola Portuguesa está assente principalmente numa produção industrial confinada, onde há um controlo constante de todos os parâmetros zootécnicos, o que fará aumentar significativamente o custo com a produção. Contudo, numa época onde há cada vez mais exigências, este tipo de suinicultura por vezes não tem capacidade de adaptação, a regras comunitárias impostas, muitas vezes pelas grandes somas de capital a que têm de ser sujeitas. Para contornar esta fragilidade, com o objectivo de minimizar custos de investimento, a suinicultura intensiva ao ar-livre torna-se uma boa opção. Este trabalho apresentará na sua generalidade todos os temas inerentes ao planeamento fundamentado de uma exploração deste tipo, implantada nos Açores. Assim sendo o Layout previsto será em formato radial, para facilitar o maneio. A genética escolhida obterá os seus alicerces numa geração F1 (Large Whitelinha pai com Landrace – linha mãe) adquirida primeiramente ao exterior, a um centro de reprodução certificado. Para reposição desta F1 haverá um pequeno núcleo ( Linha pai- Linha mãe) de raça pura. Esta F1 será então cruzada com uma linha terminal Duroc ou Pietrain consoante as tendências de mercado. O plano de produção será executado segundo uma saída periódica de 21 em 21 dias de 45 porcos acabados com cerca de 100 kg de peso vivo, com a justificativa de que este empreendimento será capaz de gerar receita para suportar todos os seus encargos e garantir a ocupação a tempo inteiro de uma unidade homem trabalho. Segundo o nosso estudo de viabilidade económica, o investimento com encargos terá um valor para o primeiro ano de 122.305,00 € (aquisição de equipamentos e respectivos encargos anuais) e de 64.240,00€ para o segundo e seguintes anos (com encargos anuais). O investimento terá um período de recuperação de 3 anos e uma taxa interna de rentabilidade (TIR) de 45 %.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Engenharia Zootécnica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2169
Designação: Mestrado em Engenharia Zootécnica
Aparece nas colecções:ESACB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_MARCELO_SILVA.pdf60,83 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.