Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2197
Título: Envelhecimento e sexualidade: conhecimentos e atitudes dos cuidadores
Autor: Senra, Margarida
Pinheira, Vítor
Saraiva, Horácio
Palavras-chave: Sexualidade
Idosos
Conhecimentos
Atitudes
Cuidadores formais
Data: 22-Nov-2013
Editora: Universidade Nova de Lisboa.Faculdade de Ciências Médicas; Fundação D. Pedro IV
Citação: SENRA, Margarida; PINHEIRA, Vitor; SARAIVA, Horácio (2013) - Envelhecimento e sexualidade: conhecimentos e atitudes dos cuidadores. In Conferência Internacional sobre Envelhecimento, 4, Lisboa, 22 de novembro. Lisboa: Universidade Nova de Lisboa. Faculdade de Ciências Médicas; Fundação D. Pedro IV. Poster
Resumo: Introdução: A Organização Mundial de Saúde define Saúde Sexual como um estado de completo bem-estar físico, emocional, mental e social associado à sexualidade, devendo os direitos sexuais de todas as pessoas ser respeitados, protegidos e satisfeitos. O reconhecimento destes direitos colide, muitas vezes, numa série de preconceitos e mitos relativamente aos idosos no que diz respeito à sexualidade na terceira idade uma vez que, para grande parte da nossa sociedade, os idosos são vistos como seres assexuadas e desprovidos de desejo ou necessidades sexuais. Objetivos: Avaliar as atitudes e os níveis de conhecimento daqueles que cuidam dos idosos, num contexto institucional, em relação à sexualidade na terceira idade e quais as variáveis que podem influenciar ou determinar as dimensões avaliadas. Metodologia: Estudo exploratório, comparativo e correlacional, com amostra por conveniência constituída por 329 cuidadores formais de 16 instituições de apoio a idosos do distrito de Castelo Branco. Na recolha de dados foi utilizado um questionário de caracterização sociodemográfico da amostra e a Aging Sexual Knowledge and Attitudes Scale que avalia os conhecimentos e atitudes em relação à sexualidade na terceira idade. Resultados: Foi encontrada uma correlação positiva entre os níveis de conhecimentos e as atitudes e, de uma forma geral, os cuidadores apresentam bons níveis de conhecimentos e atitudes permissivas em relação à sexualidade na terceira idade, apesar de nenhum dos sujeitos ter recebido formação especifica na área da sexualidade na terceira idade. Os sujeitos mais velhos, com mais anos de experiência e com qualificações mais baixas apresentam menos conhecimentos e atitudes significativamente menos permissivas. Conclusões: Existe uma forte relação entre os conhecimentos e as atitudes em relação à sexualidade na terceira idade. O perfil sociodemográfico, as habilitações e a experiência profissional apresentam relações significativas com os conhecimentos e atitudes avaliados, reforçando a necessidade de formação na área da sexualidade na terceira idade, como forma melhorar a qualidade dos serviços e o reconhecimento dos direitos das pessoas idosas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2197
Aparece nas colecções:ESALD - Posters em encontros científicos/técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
poster pdf. Sexualidade na Terceira Idade.pdf44,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.