Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2208
Título: As tarefas de investigação e as aprendizagens matemáticas dos alunos do 1º ciclo do ensino básico
Autor: Silva, Eliane Muriel Capinha da
Orientador: Afonso, Paulo José Martins
Palavras-chave: Tarefas de investigação
Processo
Matemática
1º Ciclo do Ensino Básico
Research tasks
Process
Mathematics
1st cycle of basic education
Data de Defesa: 10-Jan-2014
Resumo: Este relatório de estágio visa, como o próprio nome indica, relatar os acontecimentos de uma prática supervisionada que neste caso ocorreu numa turma do 4º ano de escolaridade, na Escola Básica Boa Esperança em Castelo Branco. O presente trabalho divide-se em vários capítulos: introdução, Práticas de Ensino Supervisionadas, revisão da literatura, metodologia, análise e tratamento dos dados, conclusões/limitações/recomendações e bibliografia. Partindo do problema de investigação “Analisar o sucesso matemático de alunos considerados «bons» e «menos bons» em Matemática quando confrontados com tarefas de investigação” realizámos seis tarefas de teor investigativo com seis alunos – três considerados «bons» e três considerados «menos bons» – e analisámos os seus resultados através da aplicação da Escala Holística Focada. Definimos os seguintes objetivos de estudo: identificar dificuldades manifestadas, por alunos considerados «bons» e «menos bons» em Matemática, na resolução de tarefas de investigação; analisar o perfil de resolvedor de alunos considerados «bons» e «menos bons» em Matemática, na resolução de tarefas de investigação; avaliar o desempenho dos alunos na resolução de tarefas de investigação, antes e após o investigador assumir o papel de modelo de resolvedor deste tipo de tarefas. Esta investigação adotou uma metodologia maioritariamente qualitativa e a tipologia de estudo assentou numa investigação-ação. Sem grandes explicações, eram apresentadas as tarefas aos alunos da turma, levadas para casa de modo a serem corrigidas e analisadas/resolvidas na aula onde o professor assumia o papel de modelo para os alunos. Houve três conjuntos de tarefas (duas a duas) onde a primeira era sempre mais básica que a seguinte. Para a recolha dos dados utilizámos essencialmente os materiais dos alunos (folhas de registo das tarefas), a observação, as notas de campo, os registos fotográficos e o diálogo com os participantes e professora. As principais dificuldades manifestadas pelos alunos considerados «bons» foram, principalmente, conseguir dar resposta, evidenciando a estratégia utilizada, às tarefas de investigação; pelos alunos considerados «menos bons» foram a interpretação do que lhes era solicitado levando, de seguida, a que não conseguissem resolver algumas tarefas. O perfil dos alunos considerados «bons» é o de bons resolvedores de tarefas de investigação, conseguindo interpretar o que lhes é solicitado, resolver seguindo uma estratégia e dar resposta ao enunciado. Por outro lado, o perfil dos alunos considerados «menos bons» não se assemelha ao perfil dos alunos anteriores pois estes tiveram muitas dificuldades em interpretar os enunciados, na resolução das tarefas e, sobretudo, na explicitação das suas respostas. A média final dos alunos considerados «bons» foi de 3,9, numa escala de 0 a 4 pontos enquanto que a média final dos alunos considerados «menos bons» foi de 2,5. É importante realçar que, após a intervenção do modelo, da primeira para a segunda tarefa assim como da quinta para a sexta tarefa, todos os alunos ou mantiveram os seus pontos (mais baixos foram 3 pontos) ou subiram o que significa que, após o investigador assumir o papel de modelo de resolvedor deste tipo de tarefas, os alunos conseguiram progredir. Da terceira para a quarta tarefa, apenas uma aluna considerada «menos boa» baixou a sua pontuação enquanto que todos os outros, mais uma vez, ou mantiveram ou subiram.
This internship report is designed, as its name implies, to report the events of a supervised practice, that in this case occurred in a class of 4 th grade students at Escola Básica Boa Esperança, in Castelo Branco. The present work is divided into several chapters: Introduction, Supervised Practice Teaching, literature review, methodology, analysis and processing of data, conclusions/limitations/recommendations and bibliography. Starting from the problem question "analyze the success of mathematical students considered «good» and «less good» in mathematics when confronted with research tasks", we performed six tasks of investigative content with six students – three considered «good» and three considered «less good» - and analyzed their results by applying the Holistic Scale Focused. We defined the following learning objectives: identify difficulties experienced by students deemed «good» and «less good» in Mathematics, in solving research tasks; analyze the resolver profile of students deemed «good» and «less good» in Mathematics, in solving research tasks; assessing: student’s performance in solving research tasks before and after the investigator assuming the role model resolver of this type of tasks. This research adopted a mainly qualitative methodology and the study typology was based on a research-action. Without much explanation, the tasks were presented to the students during class, taken home in order to be analyzed and corrected/resolved in the classroom where the teacher assumed the role model for students. There were three sets of tasks (two by two), where the former was always more basic than the next. For data collection we: used: essentially: the: student’s materials (task record sheets), observation, field notes, photographic records and dialogue with participants and teacher. With the analysis of the student’s results in solving research tasks we conclude that the profile of students deemed «good» sustained into success, while the profile of the students considered «less good» was weaker because they were a bit short of expectations. With this we conclude that the profile of students deemed «good» is the good research tasks resolvers. Students considered «good» had more difficulty answering, showing its resolution strategy; students considered «less good» had more difficulties in the interpretation of the utterance. In the vast majority of tasks after the intervention of the model resolver for this type of tasks, the students maintained their points or increased, which means that we should value this type of tasks as well as the strategies used by students and their answers. The overall grade of the students considered «good» was 3,9, on a scale of 0 to 4 points while the final average of the students considered «less good» was 2,5. Importantly, after the intervention of the model, the first to the second task as well as from the fifth to the sixth task, all students or maintained their scores (lower were 3 points) or increased which means that after the investigators assume the role of this type of resolver task model, students able to progress. The third to the fourth task, only one student as «less good» lowered its score while everyone else again, or maintained or increased.
Descrição: Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2208
Designação: Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final 17-12-13ccapa.pdf1,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.