Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2246
Título: Motivações na origem do abandono escolar : estudo de caso com jovens sinalizados na CPCJ de Castelo Branco
Autor: Lourenço, Ana Raquel Mateus
Orientador: Moreira, Maria João da Silva Guardado
Agostinho, Clotilde Alves Nunes
Palavras-chave: Abandono escolar
Comissões de proteção de crianças e jovens
Crianças e jovens
Cuidadores
Intervenção social
School dropout
Commissions for the protection of children and youth
Children and young people
Caregivers
Social intervention
Data de Defesa: 13-Fev-2014
Resumo: Em Portugal o ensino obrigatório e gratuito é, simultaneamente, direito e dever das crianças e jovens em idade escolar. Num país em que a escola vive entre a dicotomia da promessa de mobilidade social e democratização, e massificação e um crescente número de funções/solicitações à instituição escolar, o absentismo/abandono escolar apresenta valores alarmantes que importa perceber. Considerado situação de perigo o absentismo/abandono escolar deve ser sinalizado e alvo de intervenção das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens. No presente trabalho de projeto pretende-se perceber as motivações que estão na origem do absentismo/abandono escolar dos jovens, pela análise do estado da arte sobre a problemática e pela investigação em contexto de CPCJ junto dos jovens (alunos) e das suas famílias. Para tal foi utilizada uma amostra de nove jovens e dos respetivos cuidadores (um cuidador por jovem) acompanhados na CPCJ de Castelo Branco. Foi possível concluir que as razões na génese do absentismo/abandono escolar se prendem não apenas com características dos jovens mas, sobretudo, com as suas características familiares/contextuais e com a capacidade ou incapacidade da instituição escolar em responder a um público cada vez mais diversificado, em necessidades e aspirações. Partindo desta falta de afinidade e atribuição de sentido à escola e ao trabalho escolar, e tendo em conta a necessidade de trabalhar esta problemática em contexto de CPCJ, serão apresentadas algumas linhas orientadoras da intervenção.
In Portugal the compulsory and free education is both a right and duty of children and young people of school age. In a country where school lives the dichotomy between both the promise of social mobility and democratization, and the massification and a growing number of functions /requests to a school, dropout presents alarming values that matter realize. Considered dangerous situation school dropout should be flagged and targeted intervention of Commissions for the Protection of Children and Youth. This project aims to understand the motivations underlying school dropout, by analyzing the state of the art on the subject and the research in the context of CPCJ among young people (students) and their families. For this we used a sample of nine young people and their carers (a caregiver for young person), followed by the CPCJ of Castelo Branco. It was concluded that the reasons on the genesis of dropout relate not only with the characteristics of young people, but especially with their family and contextual characteristics, and the ability or inability of school to respond to an constantly growing more diverse public in both needs and aspirations. From this lack of affinity and attribute of meaning to school and school work, and taking into account the need to work this problem in the context of CPCJ, we will present some guidelines of intervention.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Intervenção Social Escolar.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2246
Designação: Mestrado em Intervenção Social Escolar
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Ana Raquel Lourenço.pdf2,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.