Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/226
Título: O conflito trabalho-família e as suas implicações pessoais e organizacionais
Autor: Pinto, Ana
Palavras-chave: Conflito trabalho-família
Diferenças de género
Estudo de caso
Data: Dez-2003
Editora: IPCB- Escola Superior de Gestão
Citação: PINTO, Ana (2003) - O conflito trabalho-família e as suas implicações pessoais e organizacionais. GESTIN. ISSN 1645-2534. N.º 2, p. 89-98.
Resumo: Dado que o trabalho e a família se influenciam mutuamente, é fundamental conhecermos as ligações que existem entre os papéis de trabalho e de família, uma vez que têm grandes implicações para as organizações e para os indivíduos. Conhecendo-se o mecanismo segundo o qual o trabalho e a família se afectam mutuamente ajudará os trabalhadores e os seus empregadores a encontrar formas para reduzir o conflito trabalho-família. A partir destas experiências e informações os Gestores de Recursos Humanos, os educadores e investigadores da gestão, da sociologia, do comportamento organizacional, entre outros, poderão usar estes conhecimentos para definirem políticas e programas que promovam uma melhor qualidade de vida dos seus trabalhadores. Com este estudo pretendeu-se explorar, discutir e desenvolver questões relativas à gestão e ao género. Os dados foram obtidos através de entrevistas a trabalhadores de uma empresa de produtos lácteos. Os resultados demonstram que o conflito trabalho-família prevalece sobre o conflito família-trabalho. Existem diferenças de género quanto à percepção do conflito trabalho-família.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/226
ISSN: 1645-2534
Aparece nas colecções:GESTIN: Revista da Escola Superior de Gestão

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AnaPinto89-98.pdf4,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.