Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2262
Título: O vestuário profissional enquanto elemento de identidade corporativa : um caso prático ao serviço do Centro Hospitalar da Cova da Beira
Autor: Valério, Sara Catarina Pinto
Orientador: Fernandes, Ana Margarida Pires
Martins, Daniel Raposo
Palavras-chave: Design de vestuário e têxtil
Vestuário profissional (fardamento)
Identidade corporativa
Ergonomia
Data de Defesa: 2014
Resumo: A imagem de uma instituição – a partir da sua identidade visual – nasce da perceção, por parte do público, de uma quantidade de fatores, refletindo os seus valores, a sua atividade profissional e o seu profissionalismo. Essa identidade passa hoje, e cada vez mais, pelo vestuário e acessórios que as pessoas vestem e exibem, não descurando os outros suportes mais emblemáticos. O vestuário profissional, ou fardamento surgiu da necessidade de aliar, difundir e promover uma imagem, da necessidade de segurança e proteção, conforto e estética ou ainda de qualquer outra necessidade que tenha como objetivo o vestuário comum para determinadas pessoas ou grupo de pessoas. Caracteriza-se, assim, pela indumentária própria para o exercício de determinada atividade profissional ou função. É o caso do Centro Hospitalar Cova da Beira, E.P.E. que, conhecedor da importância do vestuário profissional, e preocupado com as falhas identificadas ao nível do fardamento em vigor propôs a criação de soluções para os problemas existentes. Da análise mais direcionada e profunda dos vários momentos de estudo, diagnosticaram-se os seguintes problemas: 1. A inexistência de vestuário profissional uniformizado; 2. A inexistência de etiquetas uniformizadas; 3. Dificuldades em reconhecer os profissionais por parte dos utentes (doentes e visitantes); 4. Inexistência de vestuário profissional diferenciador das funções dos profissionais; 5. Inexistência de um regulamento adequado de uso do vestuário profissional. Com base em necessidades detetadas, delineou-se um projeto que visa a criação de proposta de fardamento e acessórios para os profissionais de front office do C.H.C.B., com base na nova identidade visual corporativa e que garanta o conforto no desempenho das várias atividades e funções. Para dar uma resposta qualitativa às problemáticas, formulou-se a seguinte questão de partida: Através do design de vestuário profissional é possível garantir o conforto do utilizador no desempenho das suas tarefas, bem como a identidade corporativa. De modo a testá-la, foi necessário recorrer a uma metodologia de investigação mista, não-intervencionista e intervencionista (investigação-ação) tentando dar resposta à questão de partida e apresentar um argumento. Na investigação não-intervencionista, foi testada a resposta à questão de partida através de várias técnicas, como a pesquisa documental, os casos de estudo, as entrevistas, os questionários e os grupos de foco. Na investigação intervencionista tratou-se a componente projetual, isto é, a conceção criativa do vestuário profissional.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco em associação com a Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Design de Vestuário e Têxtil.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2262
Designação: Mestrado em Design do Vestuário e Têxtil
Aparece nas colecções:ESART - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MESTRADO_SARA VALERIO.pdf14,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.