Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2346
Título: Caracterização ambiental e análise de riscos na bacia hidrográfica do rio Águeda
Autor: Seco, Maria de Fátima Magro
Orientador: Antunes, Isabel Margarida Horta Ribeiro
Albuquerque, Maria Teresa Durães
Palavras-chave: Águas subterrâneas
Contaminação
Metodologias geoestatísticas
Krigagem
Bacia hidrográfica do rio Águeda
Data de Defesa: 2014
Resumo: A água tem uma importância fundamental para a vida, pelo que o seu controlo, independentemente do fim a que se destina, é de extrema importância. O objetivo do presente trabalho centra-se na identificação dos principais poluentes associados a fontes de contaminação (e.g., vestígios mineiros; atividades humanas, atividades agrícolas e pecuárias) e sua distribuição na bacia transfronteiriça do rio Águeda. O Rio Águeda nasce em Navasfrías (Espanha) e desagua em Barca D’Alva (Portugal). É um curso de água internacional com cerca de 144 Km de extensão, sendo que 44 dos mesmos constitui a fronteira natural entre Portugal e Espanha, inserindo-se na bacia hidrográfica do rio Douro. A recolha e análise química de amostras de água subterrânea em pontos previamente selecionados, permitiu a construção de mapas representativos da distribuição espacial dos teores e de valores estimados para os elementos potencialmente contaminantes na bacia hidrográfica do rio Águeda, recorrendo a metodologias de estatística multivariada e espacial/geoestatística, em ambiente SIG (ArcMap 10). Para a realização deste estudo, utilizou-se uma malha de amostragem regular na bacia hidrográfica do rio Águeda, tendo-se selecionado e recolhido 75 pontos (poços), durante o mês de maio de 2012. Para cada um dos pontos de amostragem foram realizadas análises “in situ” com a determinação dos parâmetros físico-químicos: condutividade elétrica (CE); oxigénio dissolvido (DO); pH; potencial de oxidação-redução (ORP) e temperatura. Posteriormente, procedeu-se à determinação dos teores de alguns elementos químicos relacionados com atividades desenvolvidas na bacia hidrográfica do rio Águeda como sejam: arsénio (As), boro (B), bário (Ba), cálcio (Ca), cloretos (Cl), ferro (Fe), fosfatos inorgânicos (PO43-) magnésio (Mg), manganês (Mn), sódio (Na) cloreto de sódio (NaCl), nitratos (NO3-), potássio (K), sulfatos (SO42-), estrôncio (Sr), urânio (U) e sólidos totais dissolvidos (TDS). Estas determinações foram realizadas, no laboratório do Instituto de Recursos Naturais e Agro-biológicos de Salamanca – Consejo Superior de Investigaciones Científicas (IRNASA-CSIC, Salamanca; Espanha). A avaliação estatística dos resultados obtidos, para as diferentes variáveis analisadas nas águas subterrâneas, permitiu a caraterização das distribuições ulteriormente o ajusto da metodologia geoestatística adequada para a construção de mapas estimados, da bacia hidrográfica do rio Águeda. As metodologias utilizadas incluíram a krigagem, utilizando a ferramenta informática Geostatiscal Analyst do software ArcMap10. Com esta metodologia é possível a identificação das zonas com concentrações mais elevadas, nomeadamente para alguns elementos potencialmente perigosos para a saúde humana, como o arsénio e o urânio. Estas zonas corresponderão a áreas, de maior vulnerabilidade e perigo, através das quais será possível definir uma rede de monitorização mais adequada. Os resultados obtidos permitem concluir que é na zona central da bacia hidrográfica do rio Águeda (Ciudad Rodrigo), que ocorrem os teores mais elevados para a maioria dos elementos analisados. Esta zona poderá ser considerada como a mais vulnerável, pela presença de atividades agrícolas, industriais e humanas, e coincidindo com a área de maior densidade populacional. Na zona norte, pode ser identificada alguma vulnerabilidade com possível origem das atividades mineiras desenvolvidas no passado.
The water is of fundamental importance to life, so their control, regardless of the intended use, it is of utmost importance. The objective of the present work focuses on identification of major pollutants associated with sources of contamination (e.g., traces miners; human activities, agricultural and livestock-rearing activities) and their distribution in the transboundary river Águeda watershed. The Águeda River rises in Navasfrías (Spain) and empties in Barca D'alva (Portugal). Is an international watercourse about 144 Km long, with 44 of them constitutes the natural border between Portugal and Spain, inserting themselves in the watershed river Douro. Collection and chemical analysis of groundwater samples at previously selected points, allowed the construction of maps representing the spatial distribution of the levels and estimated values for elements potentially contaminants in the catchment area of the river Águeda, using multivariate statistical methodologies and spatial/geostatistics, in a GIS (ArcMap 10). For this study, we used a grid of regular sampling river Águeda watershed, having selected and collected 75 points (wells), during the month of May 2012. For each of the sampling points analyses were carried out in situ with the determination of physico-chemical parameters: electric conductivity (EC); dissolved oxygen (DO); pH; oxidation-reduction potential (ORP) and temperature. Later, proceeded to the determination of the levels of some chemical elements related to activities in the catchment area of the river Águeda watershed: arsenic (As), boron (B), barium (Ba), calcium (Ca), chlorides (Cl), iron (Fe), inorganic phosphates (PO43-) magnesium (Mg), manganese (Mn), sodium (Na) sodium chloride (NaCl), nitrates (NO3-), potassium (K), sulphates (SO42-), strontium (Sr), uranium (U) and total dissolved solids (TDS). These determinations were performed in the laboratory of the Institute of natural resources and Agro-biological Salamanca – Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC, Salamanca-IRNASA; Spain). The statistical evaluation of the results obtained for different variables analyzed in groundwater, allowed the characterization of distributions later adjust the methodology appropriate for the construction of geostatistics maps estimated, river Águeda watershed. The methodologies used included the kriging, using the tool Geostatiscal Informatics Analyst ArcMap10 software. With this approach it is possible to identify the areas with highest concentrations, particularly for some elements potentially dangerous for human health, such as arsenic and uranium. These zones will correspond to areas of greater vulnerability and danger, through which will be possible to define a monitoring network. The obtained results allow to conclude that it is in the central area of the catchment area of the river Águeda watershed (Ciudad Rodrigo), higher levels occurring for most elements analyzed. This area can be regarded as the most vulnerable, by the presence of agricultural, industrial and human activities, and coinciding with the most densely populated area. In the northern zone, can be identified any vulnerability with possible origin of mining activities developed in the past.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica em Recursos Agro - Florestais e Ambientais – Especialização em Análise de Informação Geográfica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2346
Designação: Mestrado em Sistemas de Informação Geográfica em Recursos Agro-Florestais e Ambientais
Aparece nas colecções:ESACB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_FATIMA_SECO.pdf25,15 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.