Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2380
Título: Prática de cuidados paliativos em internamento e no domicílio: protocolo de Liverpool
Autor: Mateus, Ana Paula Ribeiro
Orientador: Simões, Ângela Sofia Lopes
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Doente/família
Unidade
Comunicação
Palliative care unit
Patient/family
Communication
Data de Defesa: 2012
Resumo: Os principais objetivos dos serviços de saúde da nossa sociedade são, naturalmente, a prevenção e a cura da doença. Em consequência disso, a morte é encarada, em muitos casos, como um fracasso e o insucesso na obtenção destes objetivos o que pode desviar a atenção do foco principal que é o doente. Perante a inevitabilidade da morte, os cuidados paliativos assumem-se como uma filosofia de cuidados que vê o doente de forma holística, em que o objetivo é cuidar a unidade doente/família. Os avanços técnicos e científicos, nesta área da saúde, tornaram possível facultar às pessoas com doença incurável, alguma qualidade de vida e uma maior dignidade na fase terminal da sua vida. Não se trata de antecipar ou adiar a morte, mas encará-la como um processo natural, com a maior serenidade possível. Os cuidados paliativos definem-se como um modo de atuação que utiliza intervenções rigorosas e científicas, necessariamente efetuadas por uma equipa multidisciplinar preparada e motivada para este tipo de cuidados. Na sua base, estão um rigoroso controlo de sintomas com modo de atuação adequado e uma comunicação efetiva que permita ao doente um maior conforto e à família sentir-se apoiada. Nos estágios realizados no âmbito dos cuidados paliativos, tinha uma enorme expetativa em perceber como são postos em prática esses princípios em ambientes tão diversos como uma unidade internamento e uma unidade de apoio domiciliário. Este relatório tenta demonstrar a forma como me propus atingir os objetivos.
ABSTRACT: The main objectives of health services in our society are, of course, prevention and cure of disease. As a result, death is seen, in many cases, as a failure and failure to achieve these objectives and can distract us from the main focus: the patient. Given the inevitability of death, palliative care is assumed as a philosophy of care that sees the patient holistically, in which the goal is to take care of the patient / family unit. The technical and scientific advances in this area of health, made possible to provide, some quality of life to people with incurable disease and dignity in the terminal phase of his life. This is not to advance or postpone death, but see it as a natural process, with the greatest possible serenity. Palliative care uses rigorous and scientific interventions, necessarily performed by a multidisciplinary team, prepared and motivated for this type of care. It is based in a strict symptoms control and appropriate mode of action and effective communication that allows the patient greater comfort and family feel supported. I had a huge expectation to realize the clinical practice within the palliative care, to see how they put into practice these principles in environments as diverse as an inpatient unit and home care unit.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Cuidados Paliativos apresentada à Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2380
Designação: Mestrado em Cuidados Paliativos
Aparece nas colecções:ESALD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ana Paula Mateus_A.pdf5,18 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.