Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2399
Título: Delimitação de áreas de elevado risco de erosão hídrica do solo. Reserva Ecológica Nacional do Município de Mêda
Autor: Fernandez, P.
Quinta-Nova, L.C.
Fidalgo, David
Palavras-chave: Erosão hídrica
EUPS
Reserva Ecológica Nacional
Sistemas de Informação Geográfica
Data: 2013
Citação: Fernandez, P.; Quinta-Nova, L.C. & Fidalgo, D., 2013. Delimitação de áreas de elevado risco de erosão hídrica do solo. Reserva Ecológica Nacional do município de Mêda. VII Encontro de Geografia Física e Ambiente. Guimarães, 10-11 de Outubro.
Resumo: As áreas com risco de erosão hídrica do solo são as que, devido às combinações das características da topografia, do solo, do coberto vegetal, estão potencialmente sujeitas a uma taxa perda de solo, por acção conjunta da chuva e do escoamento superficial, que excede a taxa de formação do solo. A erosão hídrica e o escoamento superficial são processos complexos e dependem de uma multiplicidade de factores que variam no tempo e no espaço. As áreas com elevado risco de erosão hídrica do solo constituem uma tipologia que integra a da Reserva Ecológica Nacional (REN). O objectivo do estudo foi delimitar as áreas com risco de erosão hídrica do solo com vista à sua integração na REN do Município de Mêda. A metodologia deste estudo baseia-se na aplicação do modelo da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS) e na modelação espacial da erosão hídrica através de Sistemas de Informação Geográfica (SIG). A EUPS tem em consideração os seguintes factores: topográfico, erodibilidade do solo, erosividade da precipitação, cobertura do solo e respectivas práticas culturais. Os processos de modelação geográfica foram desenvolvidos sobre os seguintes dados geográficos: altimetria e hidrografia da Carta Militar de Portugal (Instituto Geográfico do Exército), manchas de solos da Carta de Solos do Nordeste Transmontano (Universidade de Trás os Montes e Alto Douro), ocupação de solo (Instituto Geográfico Português) e estações meteorológicas (Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos). Os SIG permitiram a integração e sobreposição dos diferentes níveis de informação de forma a calcular através de álgebra de mapas o mapa de erosão hídrica do solo. Na REN foram integradas as zonas que apresentam um risco elevado de erosão. As áreas de elevado risco de erosão hídrica do solo ocupam 7934 ha e representam 28% da superfície do município.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2399
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Resumo_EGFA.pdf8,65 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.