Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2567
Título: O diário de aprendizagem na aula de ELE – Espanhol Língua Estrangeira II : um estudo exploratório
Autor: Frango, Florência Robalo Basílio
Orientador: Morgado, Maria Margarida Afonso de Passos
Goméz García, Luís Vicente
Palavras-chave: Alunos
Expressão escrita
Ensino de espanhol
Diário de aprendizagem
Students
Writing
Teaching and learning spanish
Learning diary
Data de Defesa: 2014
Resumo: No âmbito da Prática de Ensino Supervisionada no mestrado em Ensino de Inglês e de Espanhol no Ensino Básico desenvolveu-se o presente projeto que pretende estudar a utilização de um diário de aprendizagem na aula de ELE - Espanhol Língua Estrangeira II, no 9º ano do 3º Ciclo do Ensino Básico. Definiram-se como objetivos de investigação, em primeiro lugar, perceber qual é a opinião que o aluno tem do DA - diário de aprendizagem como recurso e estratégia de aprendizagem de Espanhol Língua Estrangeira e se ela se altera ao longo da sua utilização; em segundo, monitorizar, através do uso do diário de aprendizagem, a relação afetiva do aluno com a aprendizagem de ELE, isto é, por intermédio do estímulo inicial do professor, do comentário do professor à escrita produzida, da atribuição de prémios e da atribuição de uma percentagem final de avaliação; e por último, identificar as potencialidades deste recurso e estratégia de aprendizagem para a produção de escrita livre. Enunciaram-se as seguintes questões de investigação: Quais as mais efetivas condições de utilização, pelo professor e pelos alunos, do diário de aprendizagem enquanto recurso e estratégia de escrita? Qual o papel a adotar pelo professor na mediação do diário de aprendizagem em ELE com os alunos? Quais as funções (educativas e outras) que os alunos atribuem ao diário de aprendizagem? Metodologicamente trata-se de um estudo exploratório de investigação-ação, que utilizou como instrumentos de recolha de dados, tanto orais como escritos, o diário de aprendizagem, os inquéritos por questionário (abertos, semiabertos e fechados), as entrevistas aos alunos e à professora cooperante e dois estudos de caso. O diário de aprendizagem foi utilizado fora da sala de aula como recurso pedagógico individualizado que circula entre professor e aluno com a finalidade de desenvolver a competência de expressão escrita em ELE, visto a carga horária de contacto semanal com os alunos dentro da sala de aula ser reduzida: apenas 90 minutos. O estudo conclui que, por um lado, o diário de aprendizagem permite, junto do aluno, desenvolver a produção escrita em língua estrangeira, valorizando a individualidade de cada aluno, o seu estilo de aprendizagem e respeitando o seu ritmo de escrita, reduzindo, em consequência, alguma ansiedade associada ao processo de escrita em língua estrangeira. Por outro lado, o diário de aprendizagem permite ao professor acompanhar de forma discreta a evolução de produção escrita de cada aluno, corrigir erros e conhecer melhor cada aluno, já que muitos deles usam também o DA de forma algo intimista para comunicar sentimentos e opiniões pessoais. O presente estudo permite ainda concluir que as estratégias usadas nos ciclos de investigação-ação pelo professor para ativar o diário de aprendizagem como estratégia didática resultaram eficazes: partir de inputs ou estímulos iniciais, aos quais os alunos respondem, produzindo textos (outputs); mediar estes por feedback positivo num modelo circular que se retroalimenta; incluir a produção de escrita no diário na nota final atribuída aos trabalhos de casa; e premiar aspetos do diário de aprendizagem.
The study was developed within the context of Supervised Teaching Practice in the Master’s degree in Teaching English and Spanish in Primary and Secondary School. Its main aim was to investigate the use of a learning diary in SFL - Spanish as a Foreign Language in grade 9. The research goals were, firstly, to understand the students’ opinions regarding the learning diary as a SFL learning resource and learning strategy and how their opinions were affected by it’s the continuing use of the learning diary; secondly, to monitor, through the use of a learning diary, the emotional relationship established by the student with SFL learning, by resorting to diverse stimuli: teacher prompts, teacher comments about the writing produced, awards and marking; and finally, to identify the potential of the learning diary as a learning resource and learning strategy for the production of free writing. The research questions are the following: What are the most effective ways for the teacher and students to use the learning diary as a resource and writing strategy? What role should the teacher play while mediating the learning diary with the students? What are the functions (educational and otherwise) assigned by students to the learning diary? Methods: the study is an exploratory action research investigation on the uses of the learning diary, which resorted to questionnaire surveys (open, half open and closed), interviews with students and the supervising teacher and two study cases as instruments for data collection, both oral and written. The learning diary was used outside the classroom as an individualized educational resource that circulates between teacher and student in order to writing in SFL, as the face-to-face teaching hours are scarce: only 90 minutes a week. The study concludes that the learning diary allows the pupil to develop his/her writing in the foreign language; it values the student’s the individuality and learning style, as well as respecting the student’s writing rhythm pace. As such it reduces some anxiety associated with the process of writing in a foreign language. On the other hand, the learning diary allows teachers to discreetly monitor the each student’s writing development, correct mistakes and learn more about each student, since many of the students also use the learning diary to communicate personal feelings and opinions. The study also shows that the following strategies used by the teacher in the action research cycles have resulted effective: giving students initial inputs or stimuli to which they respond by producing texts (outputs); providing positive feedback; grading the writing in the diary as part of homework; and distribute prizes for some learning diary features.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Inglês e de Espanhol.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2567
Designação: Mestrado em Ensino de Inglês e de Espanhol no Ensino Básico
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Projeto FB_24_09_2014.pdfDocumento Principal2,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.