Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2654
Título: A Pedagogia social/Educação social nos meandros da comunidade e da escola
Autor: Martins, Ernesto Candeias
Palavras-chave: Intervenção social escolar
Educação social
Pedagogia social
Comunidade
Escola
School social intervention
Social education
Social pedagogy
Community
School
Data: 2013
Editora: Escola Superior de Edicação de Castelo Branco
Citação: MARTINS, Ernesto (2013) - A Pedagogia social/Educação social nos meandros da comunidade e da escola. Educare educere. ISSN eletrónico e2183-1211. Ano 15, 2ª série, n.º 1, p. 5-24.
Resumo: O conteúdo do artigo reflete e aprofunda os aspetos fundamentais de articulação da tríade ‘pedagogia social/educação social’, ‘comunidade’ e ‘escola’, todos estes elementos encontram-se em mudança nos seus modelos, ajustando-se aos novos cenários, contextos e exigências da sociedade do conhecimento. O autor estabelece uma abordagem reflexiva e hermenêutica assente em quatro pontos fulcrais: ao nível da semântica dos conceitos, situando-se no terreno epistemológico das ciências da educação; relacional, entre a pedagogia social (aspeto teórico) e educação social (aspeto prático), intentando interpretar a prática da ação (intervenção) do educador social (mediador); e a função da educação social no contexto escolar e os seus desafios. A educação social relaciona-se em considerar a pessoa, como um ser social irrepetível, constituída na base das possibilidades de aperfeiçoamento e socialização. Cabe ao educador social o papel de mediador na integração do indivíduo nos diferentes ambientes ou contextos. Toda a argumentação insere-se na perspetiva da pedagogia social, admitindo que a ‘pedagogia’ mantém a sua identidade como área científica independente, em que a normatividade é o seu princípio fundamental, na tentativa de justificação epistemológica do ‘saber fazer’. Daí que se conceba a pedagogia social como a ciência social e pedagógica que elabora fundamentos teórico-práticos para explicar os processos socioeducativos.
Abstract - The content of the article reflects and deepens the fundamental aspects of articulation of the triad ' social pedagogy/social education ', ' Community ' and ' school ', all these elements are changing in their own models, adjusting to new scenarios, contexts and demands of the knowledge society. The author establishes a reflective and Hermeneutics approach based on four key points: at the level of semantics of the concepts, standing on the ground of epistemological educational sciences; relational between social pedagogy (theoretical aspect) and social education (practical aspect), trying to interpret the practice of action (intervention) of the social educator (mediator); and the function of social education in the school context and its challenges. Social education characterizes the person as a social being, formed on the basis of unique possibilities for improvement and socialization. It is the responsibility of the social educator to be the mediator in the integration of the individual in different environments or contexts. The entire argument is inserted from the perspective of social pedagogy, on the assumption that the ' pedagogy ' retains its identity as independent scientific area, in which normativity is its fundamental principle, in an attempt of epistemological justification of ' know-how '. So, the social pedagogy is conceived as social and pedagogical science that develops practical-theoretical underpinnings to explain those processes.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2654
Aparece nas colecções:EDUCARE/EDUCERE: Revista da Escola Superior de Educação

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Educare educere_Ernesto_Martins.pdf273,79 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.