Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2683
Título: A segurança na internet no 1º ciclo do ensino básico : utilização da internet como recurso educativo na prática supervisionada
Autor: Félix, Carina Cecília Ramos
Orientador: Gil, Henrique Manuel Pires Teixeira
Palavras-chave: Tecnologias de Informação e Comunicação
Segurança
Internet
1º Ciclo do Ensino Básico
Information and Communication Technology
Security
Internet
1st Cycle of Basic Education
Data de Defesa: 2014
Resumo: Atualmente as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) têm vindo a fazer parte de uma realidade, onde os indivíduos trabalham, comunicam, interagem, investem, aprendem e ocupam os seus tempos livres. Deste modo, a escola, enquanto instituição social, não poderia ficar indiferente às TIC. Na escola, as TIC passam a ser elemento constituinte de aprendizagem e os professores devem proporcionar, a todos os alunos, as mesmas oportunidades e condições a nível de literacia digital, nomeadamente através de novas e diferentes abordagens dos conteúdos. A Internet também tem vindo a transformar a maneira como as crianças vivem, as formas de lazer e novas formas de interação social. As crianças deparam-se com mudanças constantes que geram novos problemas e novas necessidades, tornando-se necessário que sejam capazes de pensar por si mesmos e de resolver esses problemas. Neste sentido, este projeto teve como objetivo principal averiguar se a internet é segura para as crianças do 1º ciclo e quais os procedimentos preventivos mais adequados para melhorar essa segurança. A investigação foi desenvolvida no âmbito da Prática de Ensino Supervisionada, no 2º semestre do 2º ano do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Os participantes deste estudo são 20 alunos do 2º ano de escolaridade do 1º Ciclo do Ensino Básico da Escola Quinta da Granja de Castelo Branco com idades compreendidas entre os 7 e 9 anos. Seguindo os princípios metodológicos, a metodologia que se considerou mais adequada foi a de caráter qualitativo com uma abordagem investigação-ação. O principal instrumento de recolha de dados deste estudo foi a observação participante, na qualidade professor- investigador durante as sessões de intervenção. Para a realização do estudo foram também necessários questionários que foram aplicados aos alunos e pais e entrevistas semiestruturadas realizadas às professoras titulares do Agrupamento bem como a uma professora especialista na segurança na internet. A análise de dados demostrou que os alunos estavam motivados quando participavam ativamente com as TIC e com a Internet proporcionando-lhes aprendizagens mais significativas. Revelou que a presença do professor, como mediador torna-se indispensável para colocar os alunos em segurança. O estudo revelou que as professoras titulares do Agrupamento ainda demonstram não estarem à vontade com as TIC e também um grande desconhecimento acerca das ferramentas para mitigar os riscos que as crianças correm na internet. Em relação aos pais, verificou-se, que os mesmos desconhecem o que realmente os filhos fazem na internet. Esta situação é preocupante pelo facto dos alunos poderem ficar expostos a uma serie de perigos. Em suma, podemos concluir que a internet é segura para crianças do primeiro ciclo desde que as mesmas sejam devidamente alertadas para os perigos que correm e como se podem proteger dos mesmos, e que sejam implementados uma série de controlos por parte dos pais e professores (através de supervisão ou ferramentas) de modo a diminuir o risco associado à navegação pela internet.
Nowadays, the Information and Communication Technology (ICT) have become part of a reality, where individuals work, communicate, interact, invest, learn and occupy their leisure. Thus, the school, as a social institution, could not remain indifferent to ICT. At school, the ICT become a constituent element of learning and teachers should provide to all students the same opportunities and conditions of digital literacy, namely through new and different approaches of contents. The Internet has also transformed the way children live, the forms of entertainment and new forms of social interaction. Children are faced with constant changes that generate new problems and needs, making it necessary to be able to think for themselves and solve these problems. Therefore, this project aimed to find out whether the internet is safe for children of the 1st cycle, and the most appropriate preventive procedures to improve the safety when using the Internet. The research was carried out within the Supervised Teaching Practice in the 2nd semester of the 2nd year of the Masters in Preschool Education and Teaching 1st Cycle of Basic Education. The participants in this study are 20 students in the 2nd grade of the 1st Cycle of Basic Education School Quinta da Granja of Castelo Branco aged between 7 and 9 years. Following the methodological principles, the methodology considered most appropriate was the one with qualitative character with an approach of research action. The main instrument for data collection in this study was participant observation, as a teacher-researcher during the intervention sessions. For the study, it was necessary applying questionnaires to students and parents, and realize semi structured interviews to teachers of the school as well as to a specialist teacher on internet security. Data analysis showed that students were motivated when actively participating with ICT and the Internet providing them with more meaningful learning. It also revealed that the presence of the teacher, as a mediator, becomes indispensable to maintain students on safety. The study revealed that the teachers of the school of our investigation are still not comfortable with ICT and also a great lack of knowledge about the tools to mitigate the risks that children face on the Internet. In relation to parents, it was found that they really do not know what their children do on the Internet. This situation is worrying because the students can be exposed to a number of dangers. To sum up, we can conclude that the internet is safe for children of the first cycle where they are properly alerted to the dangers and how to protect from them, and that a series of controls are implemented by parents and teachers (through supervisory or tools) in order to reduce the risk associated with surfing the internet.
Descrição: Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré – Escolar e Ensino do 1 º Ciclo do Ensino Básico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2683
Designação: Mestrado em Educação Pré – Escolar e Ensino do 1 º Ciclo do Ensino Básico
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese final_carina.pdf3,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.