Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2755
Título: A intervenção social escolar em jovens que frequentam cursos vocacionais e profissionais em escolas de Castelo Branco e Idanha-a-Nova
Autor: Martins, Susana Isabel Bártolo
Orientador: Martins, Ernesto Candeias
Palavras-chave: Intervenção social e escolar
Orientação
Cursos vocacionais
Cursos profissionais
Escolas profissionais
Social and schooling intervention
Guidance
Vocational courses
Professional courses
Professional schools
Data de Defesa: 2015
Resumo: O estudo insere-se na área das Ciências Sociais e Humanas, domínio das Ciências da Educação, no campo da intervenção escolar e social. Este tipo de intervenção e orientação é fundamental no ensino regular dos alunos e, essencialmente no período da adolescência e juventude, quando transitam desse ensino para os cursos vocacionais/profissionais, tomando decisões mais adequadas ou cabales ao seu projeto profissional e projeto de vida, enquadrando esse projeto nas suas melhores expetativas e condições, tendo em vista o seu futuro e inserção socioprofissional. Analisamos quatro instituições de ensino (zona rural e zona urbana), Agrupamentos de Escola (NA-AENACB de Castelo Branco e AS-AEJSR – Idanha-a-Nova) e Escolas Profissionais (ET-ETEPA de Castelo Branco e EP-EPRIN de Idanha-a-Nova), tendo constituído uma amostra global de alunos (n=255) frequentadores dos cursos vocacionais e profissionais de três dessas instituições (subamostras: NA=36; ET=86; EP=133), onde aplicamos um inquérito por questionário e, ainda uma amostra de professores (n=11) daquelas quatro instituições onde submetemos a entrevista semiestruturada. Os objetivos que perseguimos são: compreender a realidade educativa e social de cada uma das instituições; conhecer as opiniões dos alunos, sobre a sua escola, o curso/curriculum e conteúdos; aprendizagem/motivação em aprender; a relação pedagógica e apoio metodológico; ambiente educativo e convivência (relações sociais). Paralelamente analisámos as necessidades, problemas e dificuldades de aprendizagem e comportamentais dos alunos dos cursos; valorizar a intervenção social e escolar, propondo uma proposta de intervenção e orientação escolar (PIO) para técnicos e/ou professores responsáveis da intervenção e orientação (pessoal, social, escolar, profissional e vocacional). O trabalho divide-se em quatro capítulos, um deles aborda os enfoques, teorias e modelos concetuais da intervenção, orientação e mediação para com adolescentes e jovens a frequentarem o ensino regular e cursos de formação. O segundo, sobre os aspetos de metodologia empírica (quantitativa e qualitativa), na base de um ‘design hibrido de triangulação’ com as técnicas de recolha de dados e procedimentos éticos e legais de acesso aos sujeitos em estudo. Um terceiro sobre a análise, tratamento (descritivo e estatístico) e explicação dos dados do inquérito e a análise de conteúdo às entrevistas (categorias, subcategorias e evidências/descritores) e, por fim um quarto capítulo onde apresentamos o PIO e as conclusões de toda a investigação (verificabilidade das 6 perguntas de investigação). Desta forma percebemos que os jovens, que nascem e vivem a sua adolescência em meios mais desfavorecidos, têm maior tendência para ter expetativas mais baixas e momentos de indecisão, quando optam por cursos ou profissões que consideram mais fáceis. Não houve diferenças significativas entre o ‘Género’ e ‘instituições’ sobre as variáveis em estudo (escola, curso, aprendizagem, relação pedagógica e relações/convivência social), se bem que a ET foi a que teve melhores resultados, seguido de NA. A triangulação dos dados permitiu-nos demonstrar que é primordial uma intervenção escolar (tutorial, ‘couselling’) e uma orientação social, profissional e vocacional aos alunos, dada por técnicos/especialistas.
This study falls within the scope of Social and Human Sciences, the area of Educational Science and in the field of school and social intervention. This type of intervention and guidance is fundamental in regular teaching of students and particularly during the period of adolescence and youth, when these students move from this type of schooling to vocational/professional courses, making more appropriate or fitting decisions for their professional project and life projects, framing these projects within their highest expectations and conditions, taking into consideration their future and socio-professional integration. Four educational establishments were analyzed (rural and urban areas), School Groupings (NA-AENACB, Castelo Branco and AS-AEJSR – Idanha-a-Nova), and Professional Schools (ETETEPA, Castelo Branco and EP-EPRIN, Idanha-a-Nova), making up a total sample of students (n=255) attending vocational and professional courses at these three institutions (subsamples: NA=36; ET=86; EP=133), where a questionnaire was used and a further sample of teachers (n=11) from these institutions participated in a semi-structured interview. The objectives pursued are: to understand the educational and social reality of each of the institutions; to know the students’ opinions on their school, the course/curriculum and the contents; the learning/motivation to learn; the pedagogic relationship and methodological support; the educational and social environment (social relationships). In parallel the an analysis of the needs, problems and difficulties in learning and the behavior of the students in the courses was done; valuing the social and schooling intervention, suggesting an interventional and school guidance proposal (PIO) for technicians and/or teachers responsible for the intervention and guidance (personal, social, schooling, professional and vocational). The work is divided into four chapters, one of which addresses the focal areas, theories and conceptual intervention, guidance and mediation models for adolescents and young people attending regular schooling and training courses. The second deals with the empirical methodological aspects (quantitative and qualitative), in the basis of a “hybrid triangulation design” with data collection techniques and ethical and legal procedures for access to the individuals being studied. A third chapter is dedicated to analysis, treatment (descriptive and statistical) and explanation of the survey data and analysis of the interview contents (categories, subcategories and evidence/descriptors) and, finally the fourth chapter presents the PIO and the conclusions of the whole research (verifiability of the 6 research questions). Consequently it was understood that young people, who were born and lived their adolescence in less favorable environments, were more likely to have lower expectations and periods of indecisiveness, when they were choosing courses or professions that they considered as being easier. There were no significant differences as to “Type” or “institution” on the variables being studied (school, course, learning, pedagogic relationship and social relationships/socializing), even if the ET was the one with the best results, followed by NA. The data triangulation allowed us to demonstrate that school intervention (tutoring, ‘counseling’) was essential, as well as the social, professional and vocational guidance of students, given by technicians/specialists.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Intervenção Social Escolar – Especialização em Crianças e Jovens em Risco.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2755
Designação: Mestrado em Intervenção Social Escolar – Especialização em Crianças e Jovens em Risco
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE VERSAO FINAL.pdf3,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.