Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2895
Título: Os impactos do cuidar de idosos dependentes em contexto domiciliário e a importância do apoio do cuidador
Autor: Alves, Mariana Clarinha Pires
Orientador: Moreira, Maria João da Silva Guardado
Palavras-chave: Cuidadores informais
Sobrecarga
Idosos
Dependência
Informal caregivers
Overload
Elderly
Dependency
Data de Defesa: 2015
Resumo: A sociedade portuguesa tem sido palco de um conjunto de mudanças reveladoras de uma forte dinâmica de transformações sociais, na qual a estrutura populacional portuguesa é caraterizada por um crescente envelhecimento demográfico, em que a necessidade de apoio às pessoas idosas dependentes emerge como um problema prioritário, o qual nos interrogamos sobre a necessidade de dar mais atenção à prestação de cuidados informais à pessoa idosa dependente em contexto domiciliário. Este estudo teve como objetivo analisar os impactos sentidos pelos cuidadores informais em contexto domiciliário, no âmbito da atividade de cuidar, identificar as principais dificuldades na prestação de cuidados aos idosos dependentes e em que medida o apoio prestado aos cuidadores informais corresponde às suas expectativas. Para a realização deste estudo enveredamos por um estudo exploratório, o qual utilizamos uma amostra não probabilística de conveniência, o qual fizeram parte da nossa amostra 36 cuidadores informais, residentes no conselho de Abrantes, que se disponibilizaram para responder ao nosso inquérito, no seu domicílio, nos meses de abril e maio de 2014 e que foram selecionados através de uma amostragem de “bola de neve”. Como instrumento de recolha de dados utilizamos um inquérito por questionário, partindo de uma breve caraterização da pessoa dependente e do cuidador informal, incluindo também uma breve caracterização dos cuidados prestados, o qual procuramos compreender o fenómeno de prestação de cuidados, nomeadamente os impactos, aos apoios no cuidar, como os encara e quais as suas expectativas. Pretendemos também avaliar a sobrecarga do cuidador, onde nos possibilita analisar aspetos relacionados com a saúde física e psicológica, os recursos económicos, o trabalho, as relações sociais e a relação com o “recetor de cuidados”. Reconhecemos que o cuidado informal é essencial para o bem-estar dos idosos dependentes que preferem manter-se no seu ambiente e junto das suas redes relacionais, no entanto, este deve ser desenvolvido em articulação com medidas sociais integradas de apoio formal, para que de forma mais abrangente se possam assegurar respostas adaptadas às suas necessidades. As principais dificuldades sentidas pelos cuidadores são: tristeza por verem os idosos em sofrimento; falta de capacidade física para o moverem; dificuldade em conciliar papéis; problemas depressivos; e, dificuldades em gerir conflitos com a pessoa cuidada. Desta forma, estas dificuldades encontram-se por sua vez, associadas a uma sobrecarga, que tem repercussões a nível pessoal, social e económico. Quanto à sobrecarga, observamos que os cuidadores apresentam níveis elevados (sobrecarga intensa). Assim sendo, considera-se que os cuidadores que têm de cuidar do idoso dependente e também, prestar apoiam ao restante agregado familiar, são os que registam uma sobrecarga intensa.
Portuguese society has staged a series of revealing changes in a highly dynamic social transformations, in which the Portuguese population structure is characterized by a growing aging population, where the need to support dependent older people emerges as a priority problem, which we ask ourselves about the need to pay more attention to providing informal care for the elderly dependent on home context. This study aimed to analyze the impacts experienced by informal caregivers in home context, under the care activity, identify the main difficulties in providing care for dependent elderly and to what extent the support provided to informal caregivers up to par. For this study we set out exploratory study, which used a non-probability convenience sample, which were part of our sample 36 informal caregivers, residents on the board of Abrantes, who agreed to answer our survey, in your home in the months of April and May 2014 and who were selected through a sampling of "snowball". For data collection the instrument used was a survey, based on a brief characterization of the dependent person and the informal caregiver, including also a brief characterization of care, which seek to understand the phenomenon of care, including impacts to support in care, such as faces and what their expectations. We also intend to evaluate caregiver burden, which enables us to analyze aspects related to the physical and psychological health, economic resources, work, social relationships and the relationship with the "receiver of care." We recognize that informal care is essential for the dependent elderly welfare who prefer to remain in their environment and with their relational networks, however, this should be developed in conjunction with integrated social measures of formal support, so that the more broadly it can ensure responses tailored to their needs. The main difficulties encountered by caregivers are sad to see the elderly suffering; lack of physical ability to move; difficulty reconciling roles; depressive problems; and difficulties in managing conflicts with careful person. Thus, these difficulties are in turn associated with an overload, which has an impact on personal, social and economic level. As for the overhead, we found that caregivers have high levels (severe overload). Therefore, it is considered that caregivers who have to take care of dependent elderly and also provide support for family members remaining, are those which have an intense overload.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gerontologia Social.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2895
Designação: Mestrado em Gerontologias Social
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
final mariana.pdf2,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.