Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/2963
Título: A atividade física e desportiva das atletas sub-16 das seleções distritais de futebol-7 de diferentes regiões de Portugal
Autor: Afonso, João Ricardo da Silva
Orientador: Serrano, João Júlio de Matos
Paulo, Rui Miguel Duarte
Palavras-chave: Futebol feminino
Atividade física
Atividade física e desportiva
Educação física e desporto escolar
Women's football
Physical activity
Physical activity and sports
Physical education and school sports
Data de Defesa: 2015
Resumo: A prática de Atividade Física assume hoje um papel importante no dia-a-dia dos jovens. No nosso estudo, em particular, com atletas Sub-16 de Futebol de 7 Feminino que representaram os seus distritos, no interassociações realizado em Castelo Branco, procurámos saber quais os hábitos de Atividade Física e Desportiva fora da escola e no contexto escolar; que tipos e com que frequência praticam AF, qual a opinião e nível de satisfação que têm das aulas de Educação Física, da Atividade Física e do Desporto Escolar e sobre a sua prática regular; identificar quais as rezões e influências que as atletas apresentam para a prática; quanto tempo as atletas dedicam, semanalmente, à prática moderada e vigorosa de AF; qual a idade com que iniciaram a prática desportiva; com que regularidade as atletas praticam Atividade Física com os amigos e qual o seu conhecimento acerca destas atividades praticadas pelos amigos. Tentámos ainda saber se há ou não diferenças estatisticamente significativas entre a Atividade Física Formal e Informal nas diferentes regiões/zonas do país. A amostra foi constituída por 243 atletas, com uma média de idades de 14,79 ± 1,203 das seguintes regiões: Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve e Regiões Autónomas. O instrumento usado no nosso estudo foi uma adaptação do Questionário validado e utilizado por Marques (2010), de onde retiramos as questões relativas à prática de atividade física e desportiva. No tratamento estatístico recorremos ao programa Statistical Package for the Social Sciences, onde utilizámos a estatística descritiva, média aritmética e desvio padrão e a estatística inferencial aplicada pelo Kolmogorov-Smirnov Test, T-Student, One-Way Anova e o Post-Hoc Scheffé. Os resultados apontaram para a inexistência de diferenças significativas no que diz respeito à frequência com que as atletas praticam Atividade Física Informal nas diferentes zonas (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve e Regiões Autónomas), nem no que respeita à frequência com que estas praticam quer Atividade Física Formal quer Atividade Física Informal comparando as regiões (Litoral e Interior). Já no que diz respeito à Atividade Física Formal, comparando as zonas, verificámos que existem diferenças estatisticamente significativas na comparação entre a zona Norte com a zona Centro (Centro apresenta valores médios mais elevados), na comparação da zona Norte com o Algarve (Algarve apresenta valores médios mais elevados), e na comparação do Algarve com o Alentejo (Algarve apresenta valores médios mais elevados).
The practice of physical activity today plays an important role in a day-to-day youth. In our study, with U16 7 Female Footballers representing their districts, in the interassociations tournament held in Castelo Branco, we tried to know what are the habits of Physical Activity and Sports out of school and in the school context; what types and how often the practice of PA , which is the opinion and satisfaction levels they have in the classes of Physical Education, Physical Activity and Sports at School and on their regular practice; identify which reasons and influences that athletes have to practice; how long the athletes dedicate weekly to moderate and vigorous PA practice; which age at first to sport; how often the athletes practice physical activity with friends and what their knowledge about these activities practiced by friends. We also tried to know whether there are statistically significant differences between the Formal and Informal Physical Activity in the different regions / zones of the country. The sample consisted of 243 athletes, with an average age of 14.79 ± 1.203 in the following regions: North, Centre, Lisboa and Vale do Tejo, Alentejo, Algarve and Autonomous Regions. The instrument used in this study was an adaptation of the validated questionnaire used by Marques (2010), from which we use the issues of physical activity and sport. In the statistical analysis we used the Statistical Package for Social Sciences, where we used descriptive statistics, arithmetic mean and standard deviation and inferential statistics applied by the Kolmogorov- Smirnov Test, T -Student , One-Way ANOVA and post- hoc Scheffé . The results showed that there are no significant differences with regard to the frequency with which athletes practice Informal Physical Activity in the different zones (North, Centre, Lisboa and Vale do Tejo , Alentejo , Algarve and Autonomous Regions) , or with regard to often they practice activity Formal Physical Activity or Physical Activity informal comparing regions (Litoral and Interior) . In what concerns the Formal activity Physics, comparing the areas, we found that there are statistically significant differences when comparing the North zone with the Central zone (Centre presents higher values), the comparison of the North zone of the Algarve (Algarve presents higher values), and comparing the Algarve to the Alentejo (Algarve presents higher values).
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para o cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/2963
Designação: Mestrado em Atividade Física
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado_João Afonso versão final.pdf2,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.