Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/3795
Título: A rede de ensino superior público em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e de tempo
Autor: Teixeira, M.C.C.
Roque, N.
Alegria, C.M.M.
Palavras-chave: Análise de redes
Problema de cobertura
Rede de instituições de ensino superior público
Sistemas de Informação Geográfica
Network analysis
Covering problem
Public higher education institutions network
Geographic Information Systems
Data: 2015
Editora: ESA. IPCB
Citação: TEIXEIRA, M.C. ; ROQUE, N. ; ALEGRIA, C.M.M. (2015) - A rede de ensino superior público em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e de tempo. Agroforum : Revista da Escola Superior Agrária de Castelo Branco. ISSN 0872-2617. Ano 23:35, p. 13-24.
Resumo: Em Portugal a distribuição das instituições de ensino superior decalca grandemente a rede urbana nacional. Neste estudo é argumentado que a distribuição territorial das Instituições de Ensino Superior Público (IESP) em Portugal é determinante para melhorar a desigualdade de oportunidades de acesso ao ensino superior público, principalmente das regiões rurais do interior do país. Para o efeito, realizou-se uma análise espacial através de metodologias de análise de redes num Sistema de Informação Geográfica onde se determinaram as áreas de abrangência de cada IESP com critérios de distância (15 e 30 km) e de tempo (15, 30 e 40 minutos). Encontrou-se pelo menos uma IESP em cada distrito de Portugal Continental embora em 75% do espaço territorial o acesso a uma IESP se encontre a distâncias de deslocação superiores a 30 km. Em 55% do espaço territorial o acesso encontra-se a tempos de deslocação superiores a 40 minutos. Confirmou-se a notória assimetria da rede entre litoral e interior do país. A maioria das IESP que se encontram distanciadas entre si a 30 ou menos km, estão situadas no litoral (98%), das quais 72% nos distritos de Lisboa e Setúbal. Defende-se a necessidade da definição de regras de acesso ao ensino superior que deem primazia por um lado, ao acesso às instituições de ensino superior público, e por outro, que estimulem o acesso ao ensino superior nas regiões do país mais desfavorecidas.
Abstract: In Portugal the distribution of higher education institutions greatly overlay the national urban network. In this study it is argued that the current distribution of Public Higher Education Institutions (IESP) in Portugal is crucial to offer equal opportunities to public higher education access, especially in rural areas of the countryside. To this end, a spatial analysis using the network analysis in a Geographic Information System was performed to determine the areas of coverage of each IESP with both distance (15 and 30 km) and time (15, 30 and 40 minutes) criteria. As a result, it was found one IESP by district at least however 75% of the territorial space to IESP access was at a travel distances greater than 30 km. In 55% of territorial space IESP access was at a time travel over 40 minutes. It was confirmed a notorious network asymmetry between the coast and inland. The vast majority of IESP at a distance of 30 km or less between them were located on the coast (98%), in which 72% at the districts of Lisbon and Setúbal. It was emphasized the need in one hand, to define access rules to higher education that give primacy to higher education institutions public access and in other hand, to encourage higher education access over the poorest regions of the country.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/3795
ISSN: 0872-2617
Versão do Editor: http://www.ipcb.pt/images/ESA/Agroforum/pdfs/35.pdf
Aparece nas colecções:AGROFORUM: Revista da Escola Superior Agrária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ART_CRIS_ALE.pdf3,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.