Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/408
Título: Novas tecnologias educativas e ensino de enfermagem um estudo sobre opiniões
Autor: Luzio, António Luís Gil
Palavras-chave: Ciências da educação
Novas tecnologias de informação e comunicação
Ensino da enfermagem
Data de Defesa: 2006
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Psicologia em Ciências da Educação
Citação: LUZIO, António Luís Gil - Novas tecnologias educativas e ensino de enfermagem um estudo sobre opiniões. Lisboa: UL.Faculdade de Psicologia em Ciências da Educação, 2006. 216 p. Dissertação de Mestrado
Resumo: Neste estudo analisamos a opinião dos Professores de Enfermagem das Escolas Superiores de Saúde e das Escolas Superiores de Enfermagem, acerca do Uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTIC) na formação de Enfermeiros e a importância que lhes atribuem. Neste sentido foi delineada uma pesquisa de tipo Quantitativa e Correlacional. O público-alvo são os Professores das Escolas Superiores de Saúde e de Enfermagem da zona Centro do País, que colaboram na formação de Enfermeiros a nível de Licenciatura. Deram a sua opinião através do preenchimento de um questionário multidimensional, abrangendo as dimensões: os aspectos gerais e pessoais dos Professores, o uso que fazem das NTIC, e a importância que lhes atribuem através da atitude face aos computadores e atitude face à Internet. Os resultados obtidos mostram que os Professores inquiridos usam mais as NTIC nas suas actividades de preparação de aulas, actividades de pesquisa e em aplicações de programas informáticos. Usam-nas com menos frequência para construção/produção de materiais para as suas actividades e na interacção/comunicação com os seus colegas e alunos. Os Professores do sexo masculino referem que usam com mais frequências as Novas Tecnologias face aos Professores do sexo feminino, o mesmo não se verificou em relação aos anos de serviço, em que verificamos a hipótese formulada “Não existir diferença vi significativa nas respostas acerca do uso das NTIC tendo em conta os anos de serviço como docente.”. São também os Professores mais jovens que referem usar mais as Novas Tecnologias, e a partir dos 50 anos de idade existe uma tendência a uma diminuição do seu uso. São ainda os Professores de Enfermagem do sexo masculino a terem uma atitude mais favorável em relação aos computadores e à Internet face à atitude dos Professores do sexo feminino. Os Professores inquiridos valorizam no mesmo sentido o “Uso das NTIC” e “Atitude face aos computadores e face à Internet”, foram obtidas correlações positivas. As categorias com correlação mais elevada são as mesmas no que diz respeito aos computadores e à Internet: “Preparação de aulas, Actividades de pesquisa e Aplicações de programas informáticos”. As atitudes face aos computadores e Internet obtiveram uma correlação positiva e elevada, indicando-nos que a valorização da Internet segue o mesmo sentido da valorização dos computadores. Das variáveis estudadas as que mais afectam significativamente a opinião dos Professores de Enfermagem sobre o Uso das NTIC são a Atitude face aos computadores a Atitude face à Internet e a Idade. Dos resultados obtidos são formuladas algumas propostas que poderão contribuir ou constituir motivo para outras investigações.
Descrição: Mestrado em Ciências da Educação. Área de especialização em Tecnologias Educativas
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/408
Aparece nas colecções:ESALD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado António Gil.pdf1,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.