Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/448
Título: O síndrome de Burnout
Autor: Rodrigues, Francisco
Palavras-chave: Burnout
Docentes
Escola Superior de Saúde
Data: 14-Nov-2008
Editora: Sociedade Portuguesa de Bioanalistas da Saúde
Citação: RODRIGUES, Francisco - O síndrome de Burnout. In Congresso de Análises Clínicas e Saúde Pública da SPBS, 6, Coimbra, 2008. Coimbra: SPBS, 2008
Resumo: O síndrome de Burnout aparece como uma patologia associada à vida moderna, pois é o resultado de uma série de condicionantes negativos que as pessoas retiram do seu trabalho e que se repercute na sua vida diária, nomeadamente na sua saúde psíquica. È constituído por três sub-escalas, das quais também importa a sua avaliação individual São o cansaço emocional, a despersonalização e a eficácia profissional. Objectivos: Avaliar os níveis de Burnout nos Docentes da Escola Superior de Saúde Doutor Lopes Dias (ESALD). Material e Métodos: Foram estudados 25 Docentes da ESALD, aos quais foi aplicado o inquérito MBI-P (Maslach e Jackson, 1986), com o objectivo de avaliar os seus níveis de Burnout, bem como os valores obtidos para cada uma das suas três sub-escalas. Resultados: Obtiveram-se valores de Burnout, tanto individualmente como nas suas três sub-escalas (cansaço emocional, despersonalização e eficácia profissional), muito animadores e indicadores de um bom estado de empatia com o trabalho, não tendo nenhum dos docentes apresentado valores elevados, sendo a média de 52,52 pontos e o desvio padrão de 9,84 pontos (o máximo possível é de 132 e o mínimo de 0). O cansaço emocional obteve uma média de 14,40 pontos e um desvio padrão de 7,57 (o máximo possível é de 54 e o mínimo de 0), a despersonalização ficou-se por uma média de 3,80 pontos e um desvio padrão de 3,30 (máximo possível é de 30 e o mínimo de 0 pontos) e a sub-escala eficácia profissional obteve uma valor médio de 34,32 pontos, com um desvio padrão de 4,34 pontos (máximo possível de 48 pontos e mínimo de 0 pontos). Conclusão: Com a realização deste trabalho podemos concluir que não existe nenhum docente com valores de Burnout preocupantes, que o pudessem relacionar com o síndrome de “estar queimado”.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/448
Aparece nas colecções:ESALD - Posters em encontros científicos/técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O Síndrome de Burnout.pdf116,89 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.