Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/5555
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorReis, C.M.G.-
dc.contributor.authorGouveia, C.-
dc.contributor.authorVitorino, M.C.-
dc.contributor.authorGazarini, L.C.-
dc.contributor.authorRibeiro, M.M.A.-
dc.contributor.authorPeres, M.F.-
dc.date.accessioned2017-05-15T22:36:19Z-
dc.date.available2017-05-15T22:36:19Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationREIS, C.M.G. [et al] (2016) - Ácido ascórbico, betalaínas, e fenóis totais em ecótipos de Opuntia spp. In 13º Encontro de Química dos Alimentos, Livro de Atas, Porto, 2016.pt_PT
dc.identifier.issn978-989-8124-15-9-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.11/5555-
dc.description.abstractO género Opuntia spp. pertence à família Cactaceae, sendo a espécie Opuntia ficus-indica (OFI) a que tem maior importância económica. Em frutos de vinte populações provenientes de quatro espécies do género Opuntia spp. (OFI, O. robusta, O. dillenii and O. elata), com origem em Portugal, foram estudadas as características cromáticas, a acidez, o pH, o teor em sólidos solúveis totais (SST) e ainda os teores em ácido ascórbico (AA), betalaínas e fenóis totais (FT). As cultivares Italianas de OFI ‘Bianca’, ‘Gialla’ e ‘Rossa’ foram incluídas como termo de comparação. Os valores mais elevados de acidez foram registados nos frutos de O. dillenii e O. elata e os menores em OFI. Os frutos de O. dillenii apresentaram os teores mais elevados de betalaínas e FT, ao passo que as concentrações mais elevadas de AA foram registadas nos frutos de O. elata. Os ecótipos de OFI mostraram variação na concentração de compostos bioativos. Em OFI, a cv. de polpa vermelha ‘Rossa’ é a que apresenta maior concentração de betalaínas, seguida pelos ecótipos de polpa laranja e, finalmente, os ecótipos de polpa branca. Os valores mais elevados de FT foram encontrados nos ecótipos de polpa branca. O género Opuntia spp. é uma fonte de compostos bioativos, pelo que o consumo dos seus frutos representa uma boa forma de ingestão de compostos de elevado valor nutricional.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherSociedade Portuguesa de Químicapt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectFigo-da-índiapt_PT
dc.subjectComposiçãopt_PT
dc.subjectFrutopt_PT
dc.subjectCompostos antioxidantespt_PT
dc.titleÁcido ascórbico, betalaínas, e fenóis totais em ecótipos de Opuntia spp.pt_PT
dc.typeconferenceObjectpt_PT
dc.description.versioninfo:eu-repo/semantics/publishedVersionpt_PT
degois.publication.firstPage35pt_PT
degois.publication.lastPage38pt_PT
degois.publication.locationPortopt_PT
degois.publication.title13º Encontro de Química dos Alimentos, Livro de Ataspt_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CarlosReis_Opuntia_13EQA.pdf44,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.