Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/5568
Título: O percurso escolar das crianças Institucionalizadas na CIJE – Castelo Branco : um estudo de caso
Autor: Freitas, Márcia Rubina Lourenço de
Orientador: Martins, Ernesto Candeias
Palavras-chave: Crianças em risco
Institucionalização
Percurso escolar
Apoio socioeducativo
Children at risk
Institutionalization
School route
Socio-educational support
Data de Defesa: 9-Mai-2017
Resumo: O trabalho de projeto contribui para a compreensão da institucionalização de crianças, em regime de acolhimento no CIJE, por se encontrarem em situações de risco/perigo no seu processo de desenvolvimento. Procuramos perceber se essas crianças, a frequentarem a escola pública (1.ºCEB), têm sucesso escolar (rendimento) e quais os apoios e intervenções que os agentes de acolhimento e a escola dão nas suas dificuldades ou problemas escolares. As questões de investigação deste trabalho contribui para a nossa linha de orientação, foram formuladas nove objetivos, tais como: analisar o percurso escolar das crianças da CIJE que frequentam a escola; compreender a relação pedagógica das crianças institucionalizadas com os seus colegas e os professores; verificar as formas de colaboração entre os técnicos da instituição com a escola; identificar as perceções, sonhos e ambições das crianças institucionalizadas; conhecer a história de vida das crianças institucionalizadas; compreender a relação pedagógica entre as crianças da CPCJ com os seus pares da turma; analisar as motivações que as crianças têm sobre as aprendizagens relativas às escolas (Escola de São Tiago e a Escola da Nossa Senhora da Piedade); descrever a relação entre a escola e a Casa da Infância e Juventude de Castelo Branco; identificar as medidas que a instituição de acolhimento (CPCJ) disponibiliza às crianças institucionalizadas nas suas dificuldades e necessidades. O modelo teórico de base ao estudo assentou em pesquisas de análise aos problemas, necessidades e situações das crianças em risco, a legislação em vigor, os processos de sinalização e institucionalização, os processos educativos (apoios, medidas) na escolarização dessas crianças, projetos e programas de educação parental, teorias do desenvolvimento da infância e adolescência, etc. Trata-se de um estudo de caso efetuado em 2016, no âmbito da investigação qualitativa (paradigma interpretativo), que aborda as informações e as narrativas das crianças, acerca das experiências de institucionalização e escolarização e o impacto destas no seu percurso pessoal, escolar e social. Analisamos o modo em que a instituição de acolhimento e a escola são promotoras do sucesso escolar dessas cinco crianças institucionalizadas na CIJE. As crianças têm idades compreendidas entre os 8 e os 13 anos que frequentam escolas do ensino básico, pertencentes a dois Agrupamentos de Escola em Castelo Branco. Aplicámos várias técnicas de recolha de dados (observação documental, observação participante, entrevistas, notas de campo), que através da análise de conteúdo e triangulação das informações obtidas (agentes de acompanhamento, professores/diretores de turma nas escolas, narrativas das crianças) permitiram compreender esses apoios e medidas de promoção do sucesso daquelas crianças na construção do seu percurso escolar e de vida. Quanto aos resultados das entrevistas realizadas às crianças, da aplicação da entrevista semiestruturada foi pertinente pois, pretendeu-se compreender os episódios e experiências escolares destas e o modo como eles os interpretam, que argumentos apresentam para considerar essas vivências e experiências escolares e/ou educativas na sua formação. A realização de entrevistas aos professores/diretores de turma e equipa técnica da CIJE justifica-se com a pretensão de cruzar com outras informações (triangulação), que poderão ou não, ser contrastantes com as informações obtidas mediante a análise de conteúdo às entrevistas realizadas às crianças. Após o tratamento de dados propusemos um plano de intervenção orientado para a prevenção e reparação das fragilidades diagnosticadas, centrando-nos no papel dos técnicos de apoio e dos professores e, ainda um conjunto de atividades a realizar na intervenção escolar, de modo melhorar o sucesso escolar daquelas crianças, ajudando-lhes a ter um projeto de vida, a partir do seu percurso escolar.
The project work contributes to the understanding of the institutionalization of children, as a host in CIJE, because they are in risk / danger situations in their development process. We try to understand if these children, attending public school (1st CEB), are successful in school (income) and what supports and interventions that the agents of the host and the school give in their difficulties or school problems. The objectives of this work contribute to our guideline, nine objectives have been formulated, such as: to analyze the school attendance of CIJE children who attend school; Understand the pedagogical relationship of institutionalized children with their colleagues and teachers; To verify the forms of collaboration between the technicians of the institution and the school; Identify the perceptions, dreams and ambitions of institutionalized children; Knowing the life history of institutionalized children; Understand the pedagogical relationship between the children of the CPCJ and their classmates; To analyze the motivations that children have about learning about schools (São Tiago School and Nossa Senhora da Piedade School); Describe the relationship between the school and the House of Childhood and Youth of Castelo Branco; Identify the measures that the host institution (CPCJ) makes available to institutionalized children in their difficulties and needs. The theoretical base model for the study was based on researches analyzing the problems, needs and situations of children at risk, legislation in force, signaling and institutionalization processes, educational processes (supports, measures) in the schooling of these children, projects and Parental education programs, developmental theories of childhood and adolescence, etc. This is a case study carried out in 2016, in the context of qualitative research (interpretative paradigm), which deals with the information and narratives of children, about the experiences of institutionalization and schooling and their impact on their personal, school and social. We analyze the way in which the host institution and the school are promoters of the school success of these five institutionalized children in CIJE. The children are aged between 8 and 13 years attending elementary schools, belonging to two School Groupings in Castelo Branco. We applied several techniques of data collection (documentary observation, participant observation, interviews, field notes), which through content analysis and triangulation of the information obtained (followers, teachers / class directors in the schools, children's narratives) allowed Understand these supports and measures to promote the success of those children in the construction of their school and life. Regarding the results of the interviews conducted with the children, the application of the semi-structured interview was pertinent because it was intended to understand the episodes and experiences of these students and how they interpret them, what arguments they present to consider these experiences and school and / or educational experiences In their training. The interviews with the teachers / class directors and technical team of the CIJE are justified with the intention of crossing with other information (triangulation), which may or may not be contrasting with the information obtained through the analysis of content to the interviews conducted at the children. After data processing, we proposed an intervention plan aimed at the prevention and repair of diagnosed fragilities, focusing on the role of support technicians and teachers, as well as a set of activities to be carried out in the school intervention, in order to improve the success School of those children, helping them to have a life project, from their school journey.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco, para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Intervenção Social Escolar – Especialização em Crianças e Jovens em Risco.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/5568
Designação: Mestrado em Intervenção Social Escolar – Especialização em Crianças e Jovens em Risco
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_MISE-MÁRCIA_2017 - FINAL.pdf2,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.