Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/5580
Título: Equipa de emergência médica intra-hospitalar: processo de decisão de não reanimar
Autor: Ramos, Vânia Alexandra Rodrigues
Orientador: Sapeta, Ana Paula Gonçalves Antunes
Palavras-chave: Cuidados paliativos
Prática clinica
Unidade de cuidados paliativos
Processo de decisão de não reanimar
Hospital de agudos
Palliative care
Clinical practice
Palliative care unit
Do not resuscitate decision process
Acute care hospital
Data de Defesa: 25-Mai-2017
Resumo: Os avanços na área da saúde alcançados nas últimas décadas conduziram ao aumento da longevidade e das doenças crónicas e progressivas (Bloomer, Endacott, O´Connor, e Cross, 2013). A par disto, as alterações socioeconómicas introduziram importantes modificações estruturais, quer ao nível da rede familiar, quer na organização do sistema de saúde (Payne, Hudson, Grande, Oliviere, Tishelman, Pleschberger, Kerr, (2010). Neste contexto, a necessidade crescente de apoio e de cuidados de saúde precipitou o número de internamentos hospitalares. Num ambiente onde predomina o carácter premente da cura, torna-se um desafio para os profissionais de saúde responder às exigências múltiplas no acompanhamento global da pessoa em situação crónica e paliativa. Por esta razão, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera os Cuidados Paliativos (CP) uma prioridade da política de saúde, recomendando a sua abordagem programada e planificada, numa perspetiva de apoio integral (Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP), 2016). O presente relatório é concebido no âmbito do 3º Mestrado em Cuidados Paliativos da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (ESALD), do Instituto Politécnico de Castelo Branco, como parte integrante dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre. Este pretende refletir o universo de conhecimentos adquiridos ao longo da aprendizagem teórica, integrados e mobilizados na prática clínica e assistencial junto de uma equipa diferenciada em CP, com o intuito de edificar e consolidar competências instrumentais, interpessoais e sistémicas aplicando os valores e princípios dos Cuidados Paliativos. Pretende-se ainda com este documento refletir criticamente sobre a tipologia e o modelo de organização do serviço de CP onde decorreu a prática clínica (UCCP), bem como descrever o processo de implementação e desenvolvimento do projeto de intervenção. Este último foi desenvolvido com base na necessidade premente de definir normas de orientação sobre a decisão de não reanimar (DNR), no hospital onde exerço funções, para que os profissionais de saúde tenham clara noção do referencial de atuação ética e legal em doentes com doença crónica, avançada e progressiva, implementando boas práticas no que se refere à suspensão ou abstenção de tratamentos desproporcionados. A metodologia estabelecida foi descritiva, reflexiva e crítica, suportada por evidência científica. Estruturalmente encontra-se organizado em três momentos: Contextualização do serviço onde foi realizado a prática clínica; Explanação e reflexão crítica das atividades desenvolvidas para a consecução dos objetivos estabelecidos, estando estas organizadas segundo o perfil de competências comuns e clínicas especializadas do enfermeiro que presta cuidados à pessoa em situação crónica e paliativa e por último o Projeto de intervenção.
ABSTRACT: The advances achieved in healthcare led to increased longevity and chronic and progressive diseases (Bloomer, Endacott, O´ Connor, Cross, &, 2013). Alongside, the socio-economic changes have introduced important structural changes, in terms of family network and in health systems organization (Payne, Hudson, Major, Oliviere, Tishelman, Pleschberger, Kerr, (2010). In this context, the growing need for support and health care have increasead the number of hospital admissions. In an environment where the pressing nature of the cure stands out this becomes a challenge for health care professionals to be able to deal with patients with chronic and palliative situations. Therefore the World Health Organization (WHO) considers the palliative care (CP) a priority in health policy, advising that planned and scheduled interventions should be accounted in a holistic perspective (Portuguese Association for palliative care (APCP) , 2016). The present report is designed within the framework of the third masters degree in palliative care of Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (ESALD), of the Instituto Politécnico de Castelo Branco, as part of the requirements for obtaining the master's degree. It intends to reflect the knowledge acquired along the theoretical learning and integrated in clinical practice within a palliative care team, in order to build and consolidate interpersonal and systemic skills and how to apply the values and principles of palliative care. It is also intended to reflect critically on the typology and organizational model of the palliative care unit (UCCP) where the clinical practice had place, as well as describing the process of implementation and development of the intervention project. The intervention project development was based on the urgent need to set guidelines on the decision process of do not resuscitate orders (DNR). The identified need sets place at the hospital where I perform functions, so that health care professionals have a clear notion of the benchmark for ethical and legal interventions in patients with chronic and progressive illness. It is intended to implement good practice as regards the suspension or abstention from disproportionate treatments. The methodology established in this report was reflective, critical and descriptive, supported by scientific evidence. Structurally it is organised in three moments: context where the clinical practice was performed; Explanation and critical reflection of the activities carried out in order to achieve the established goals: these are organized according to common and specialized clinical skills of nurses providing care in chronic and palliative situations; And finally the intervention project.
Descrição: Relatório de Prática Clínica apresentado à Escola Superior de Saúde Dr.º Lopes Dias, do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Cuidados Paliativos, realizado sob a orientação científica da Doutora Ana Paula Gonçalves Antunes Sapeta, do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/5580
Designação: Mestrado em Cuidados Paliativos
Aparece nas colecções:ESALD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RELATÓRIO Vânia Ramos_A.pdf27,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.