Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/5588
Título: Motivação autodeterminada, composição corporal e satisfação com a vida dos idosos, para a prática de atividade física supervisionada: relação e diferenças entre frequência de prática, sexo, composição corporal e contexto institucional
Autor: Martinho, João Ricardo Barata
Orientador: Paulo, Rui Miguel Duarte
Batista, Marco Alexandre Silva
Palavras-chave: Atividade física
Composição corporal
Motivação
Satisfação com a vida
Idosos
Physical activity
Body composition
Motivation
Life satisfaction
Elderly
Data de Defesa: 29-Mai-2017
Resumo: É indispensável, para todos, a prática de atividade física e, segundo Fischer (2005), de todos os grupos etários, os idosos são os que mais beneficiam com a prática de exercício. O risco de muitas doenças e problemas de saúde habituais na velhice, diminui com a prática de atividade física regular. Neste sentido, este estudo tem como principal objetivo identificar as motivações, necessidades psicológicas básicas, composição corporal e satisfação com a vida dos idosos para a prática de Atividade Física supervisionada, analisar as relações e comparações entre níveis de prática, sexo e contexto institucional. Estudo transversal com amostra constituída por 62 idosos voluntários, de ambos os sexos (15 do sexo masculino e 47 do sexo feminino), institucionalizados e não institucionalizados, pertencentes ao Concelho de Castelo Branco, com uma média de idades de 79.613±9.34 anos. Após a seleção da amostra os indivíduos foram divididos em dois grupos distintos, o primeiro grupo “Grupo1-2”: constituído por idosos que praticam AF supervisionada, 1 ou 2 vezes por semana; e o segundo grupo “Grupo3+”: constituído por idosos que praticam AF supervisionada, 3 vezes ou mais por semana. Avaliou-se a motivação (versão portuguesa do Behavioral Regulation in Sport Questionnaire (Monteiro, Moutão, Baptista & Cid, 2014)), as Necessidades Psicológicas Básicas (versão Portuguesa da Basic Psychological Needs Exercise Scale (Pires, Cid, Borrego, Alves & Silva, 2010)), a Satisfação com a Vida (versão portuguesa da Escala de Satisfação com a Vida (Neto, 1993)) e os Afetos Positivos e Negativos (versão portuguesa da Escala de Afetos Positivos e Negativos (Simões, 1993)). Foram ainda avaliados os valores de composição corporal (IMC, Perímetro Cintura (PC), Perímetro Anca (PA), Massa Muscular (MM), Mineral Ósseo (MO) e % Massa Gorda (MG)), recorrendo aos respetivos protocolos de avaliação. Os dados obtidos foram tratados no S.P.S.S. 21.0 recorrendo numa primeira fase à estatística descritiva. Posteriormente procedeu-se ao cálculo do alfa de Cronbach’s para avaliar a consistência interna dos questionários. De seguida procedeu-se à verificação do suposto de normalidade dos dados na amostra através do Kolmogorov-Smirnov test. Como os dados evidenciaram uma distribuição normal aplicou-se a prova t para amostras independentes e a Anova unifatorial, exceção feita nas variáveis IMC e relação social que evidenciaram uma distribuição não normal, às quais se procedeu à utilização do teste U de Mann-Whitney e Kruskal Wallis. Adotou-se um nível de significância com uma margem de erro de 5% para um grau de probabilidade de pelo menos 95%. Os resultados obtidos demonstram que, aparentemente, a motivação que mantém a prática constante de AF supervisionada por parte dos idosos centra-se na motivação autónoma. Também se pode constatar que, { exceç~o da “Amotivaç~o”, onde as mulheres apresentam maiores níveis de amotivação para a pratica de AF Supervisionada que os homens, ou seja, podendo estar mais expostas a uma ausência de orientação motivacional, não existem diferenças ao nível das restantes variáveis da motivação bem como das necessidades psicológicas básicas e satisfação com a vida entre o sexo masculino e o feminino. Os resultados foram abonatórios de que, nos idosos praticantes de AF supervisionada, a satisfação das necessidades psicológicas básicas leva a comportamentos motivados autonomamente, promovendo estes, níveis elevados de satisfação com a vida. Ao compararmos os sujeitos dos dois grupos de prática não encontrámos diferenças aceitáveis ao nível da composição corporal. Encontrámos correlações aceitáveis (positivas), entre a idade cronológica e a composição corporal (IMC, PC, PA). Podemos concluir que a motivação autónoma e a perceção de satisfação das necessidades psicológicas base são exteriorizadas como fatores de grande importância, pelo facto de aparentarem ser um catalisador para que esta populaç~o se possa manter ativa e, de certo modo, se possa “comprometer” com este estilo de vida.
The practice of physical activity is indispensable for all, and according to Fischer (2005), of all age groups, the elderly benefit most from exercise. The risk of many diseases and common health problems in old age decreases with the practice of regular physical activity. In this sense, this study has as main objective to identify the motivations, basic psychological needs, body composition and satisfaction with the life of the elderly for the practice of supervised Physical Activity, to analyze the relations and comparisons between levels of practice, sex and institutional context. A cross-sectional study was carried out with 62 elderly volunteers of both sexes (15 males and 47 females), institutionalized and non-institutionalized, belonging to the Municipality of Castelo Branco, with a mean age of 79,613 ± 9,34 years. After the sample selection the subjects were divided into two distinct groups, the first group "Group 1-2": consisting of elderly people who practice supervised AF, 1 or 2 times a week; And the second group "Group 3+": consisting of seniors who practice supervised AF, 3 times or more per week. The Basic Psychological Needs Exercise (Portuguese version of the Basic Psychological Needs Exercise Scale (Pires, Cid, Borrego, Alves & Silva) was used to evaluate the motivation (Portuguese version of the Behavioral Regulation in Sport Questionnaire (Monteiro, Moutão, Baptista & Cid, 2014)), Satisfaction with Life (Portuguese version of the Life Satisfaction Scale (Neto, 1993)) and Positive and Negative Affects (Portuguese version of the Positive and Negative Factors Scale (Simões, 1993)). The values of body composition (BMI, Waist Perimeter (WP), Perimeter Hip (PH), Muscle Mass (MM), Bone Mineral (MM) and % Fat Mass (FM) were also evaluated, using the respective evaluation protocols. The data obtained were treated in S.P.S.S. 21.0 using descriptive statistics as a first step. Subsequently, the Cronbach's alpha was calculated to evaluate the internal consistency of the questionnaires. Next, we verified the normality of the data in the sample through the Kolmogorov-Smirnov test. As the data showed a normal distribution, the t-test for independent samples and the Anova unifatorial were applied, except for the BMI and social variables, which showed a non-normal distribution, using the Mann-Whitney U test and Kruskal Wallis. A level of significance was adopted with a margin of error of 5% for a probability of at least 95%. The results show that, apparently, the motivation that maintains the constant practice of PA supervised by the elderly focuses on the autonomous motivation. It can also be observed that, except for the "Amotivation", where women have higher levels of amotivation for the practice of Supervised FH than men, that is, they may be more exposed to an absence of motivational orientation, there are no differences at the level Of the remaining motivational variables as well as the basic psychological needs and life satisfaction between the male and the female. The results showed that, in the supervised elderly, the satisfaction of the basic psychological needs leads to autonomously motivated behaviors, promoting high levels of satisfaction with life. When comparing the subjects of the two practice groups, we did not find acceptable differences in body composition. We found acceptable (positive) correlations between chronological age and body composition (BMI, WP, PH). We can conclude that autonomous motivation and the satisfaction perception of basic psychological needs are externalized as factors of great importance, because they appear to be a catalyst for this population to remain active and, in a way, to "compromise" with This lifestyle.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/5588
Designação: Mestrado em Atividade Física
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_Martinho_12 FINAL_.pdf1,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.