Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/604
Título: Ensaios triaxiais cíclicos na caracterização mecânica de agregados britados: metodologias AASHTO e CEN
Autor: Luzia, Rosa
Santos, Luís Picado
Neves, José M.
Palavras-chave: Pavimentos rodoviários
Agregados
Caracterização mecânica
Sub-base
Ensaios triaxiais cíclicos
Data: 22-Nov-2009
Citação: LUZÍA, Rosa; PICADO-SANTOS, Luís de; NEVES, José M. - Ensaios triaxiais cíclicos na caracterização mecânica de agregados britados: metodologias AASHTO e CEN. In Congresso Ibero-LatinoAmericano do Asfalto, 15, Lisboa, 22-27 Novembro 2009 . p. 255-264
Resumo: Os agregados britados de granulometria extensa continuam a ser frequentemente utilizados nas camadas não ligadas de pavimentos rodoviários Portugueses, nomeadamente em sub-base e base granulares. O comportamento destes materiais naquele tipo de camadas, apesar de alguns estudos já realizados nesse sentido, não se encontra ainda suficientemente caracterizado, sobretudo por razões que se prendem com a heterogeneidade dos maciços donde são provenientes. Sendo estes materiais de especial importância para a tecnologia de pavimentos Portuguesa e por forma a tentar contribuir para um mais aprofundado conhecimento dos mesmos foram desenvolvidas duas teses de Doutoramento, na Universidade de Coimbra e no Instituto Superior Técnico, que, utilizando diferentes metodologias de ensaio, tiveram como principal objectivo a caracterização mecânica e a elaboração de modelos típicos de comportamento para materiais britados não tratados. Basicamente, em ambos os trabalhos procedeu-se, para além da caracterização geotécnica, à caracterização do comportamento mecânico do material em laboratório, recorrendo a ensaios triaxiais cíclicos, realizados segundo dois procedimentos distintos. Nesta comunicação apresentam-se os resultados encontrados, nomeadamente no que respeita à modelação dos resultados dos ensaios triaxiais cíclicos, segundo as duas metodologias de ensaio, incluindo o modelo que, segundo os trabalhos, melhor traduz o comportamento mecânico daqueles materiais portugueses. Por fim, faz-se uma breve comparação entre as duas metodologias de ensaio e avalia-se a sua influência no módulo resiliente dos materiais.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/604
Aparece nas colecções:ESTCB - Comunicações em encontros científicos e técnicos



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.