Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/631
Título: Percentagem de indivíduos VIH e VHC positivos nos serviços do Hospital Amato Lusitano - Unidade Local de Saúde E.P.E de Castelo Branco
Autor: Torres, Sara
Lobo, Cláudia
Fernandes, Patrícia
Beato, Sílvia
Martins, Mariana
Palavras-chave: Co-infecção HIV/HCV
Hepatite C
Grupos de risco
Prevalência da infecção
Data: 10-Fev-2011
Citação: TORRES, Sara [et al.] (2011) - Percentagem de indivíduos VIH e VHC positivos nos serviços do Hospital Amato Lusitano - Unidade Local de Saúde E.P.E de Castelo Branco. In Congresso Internacional de Análises Clínicas e de Saúde Pública, 1, Castelo Branco,10-13 Fevereiro 2011. Castelo Branco: IPCB. ESALD
Resumo: As infecções provocadas pelo VIH e VHC estão disseminadas por toda a população, sem atender ao extracto social, idade ou sexo. A partir de uma abordagem dos aspectos clínicos e epidemiológicos destes vírus e, sabendo que Portugal tem aproximadamente 12 milhões de habitantes, este artigo pretende identificar a percentagem de doentes com VIH e VHC positivos nos Serviços da Unidade Local de Saúde E.P.E. de Castelo Branco e, verificar a existência ou não de casos de co-infecção. Para tal, efectuou-se a recolha dos resultados de análises ao VIH e VHC realizados no ano 2009. Registaram-se 1178 amostras das quais 460 eram indivíduos do sexo masculino e 718 do sexo feminino, com um intervalo de idades dos 3 meses aos 99 anos. Os dados recolhidos foram submetidos a tratamento estatístico utilizando o programa SPSS versão 17.0. Os resultados depois de analisados mostraram que existe uma maior percentagem de infecção por VIH em indivíduos do sexo masculino em relação ao sexo feminino. O mesmo se verificou em relação à infecção por VHC na qual existe uma maior percentagem em indivíduos do sexo masculino. Constatou-se também que o Serviço Hospitalar com maior prevalência de VIH positivos foi o Serviço de Internamento de Psiquiatria seguido dos Serviços de Laboratório e de Urgência de Medicina ao passo que, os Serviços da área da Gastro/Hepatologia, Diálise e Psiquiatria registaram uma maior prevalência de indivíduos VHC positivos. A nível de co-infecção VIH/VHC positivos foi identificado um indivíduo do sexo masculino com 37 anos de idade, proveniente do Serviço de Psiquiatria. Conclui-se que, os resultados obtidos estão de acordo com outros estudos feitos a nível Europeu e Mundial, podendo afirmar-se que a nossa realidade é similar à de outros países.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/631
Aparece nas colecções:ESALD - Posters em encontros científicos/técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
poster Sara final.pdf2,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.