Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/671
Título: Estudo de germinação em azinheira (Quercus rotundifolia Lam.)
Autor: Ribeiro, M.M.A.
Elvas, P.S.
Palavras-chave: Germinação
Substrato
Contentor
Raiz nua
Azinheira
Quercus rotundifolia
Data: 1997
Editora: CFHL
Citação: RIBEIRO, M.M.A. ; ELVAS, P.S. (1997) - Estudo de germinação em azinheira (Quercus rotundifolia Lam.). In Congresso Florestal Hispano-Luso, 1, Pamplona, 21-27 Junho. 3:533-538.
Resumo: Efectuou-se um ensaio de germinação de azinheira no início de Abril de 1996, no viveiro da Reserva Natural da Serra da Malcata. Utilizou-se bolota recolhida na região de Malpica do Tejo. Pretendeu-se comparar a produção de plantas de raiz nua, em terra normal do viveiro, com outros métodos: uso de dois contentores (saco e tabuleiro) e cinco substratos (casca de pinheiro, turfa, terra normal de viveiro, casca de pinheiro com perlite (1:1 v/v) e turfa com perlite (1:1 v/v). A percentagem de germinação foi anotada no final de Junho, após o que se efectuaram mais três leituras, com intervalo de três semanas entre cada uma. Na última leitura foram ainda observados o diâmetro da planta (D) ao nível do colo, a sua altura (H) e a área foliar por planta (A). A percentagem de germinação foi sempre melhor nos tratamentos com tabuleiro independentemente do substrato utilizado e os piores resultados obtiveram-se no tratamento saco/turfa e no método da raiz nua. Por outro lado, o uso do saco conduz, em geral, a uma perda de plantas ao longo do tempo, contrariamente ao uso de tabuleiro. Para o D médio por planta germinada, os melhores tratamentos foram as combinações tabuleiro/turfa (3,26 mm) e saco/casca de pinheiro (2,92 mm) e o uso do saco com terra conduziu ao pior resultado (2,4 mm). Relativamente à H média por planta, o melhor/pior resultado foi o obtido com o método da raiz nua (10,5 cm)/terra em tabuleiro (5,9 cm). A área foliar por planta (A) no tratamento raiz nua atingiu 52 cm2, superior ao valor desse parâmetro para qualquer dos outros tratamentos, excepto no tratamento saco/casca de pinheiro (45 cm2 ).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/671
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1997 Ribeiro e Elvas Germinação azinheira.pdf273,13 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.