Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/699
Título: A criança, o meio e o perfil psicomotor
Autor: Nave, Maria Luísa Jesus Paulo
Palavras-chave: Motricidade infantil
Desenvolvimento psicomotor
Avaliação psicomotora
Perfil psicomotor
Criança
Meio
Data de Defesa: Jul-2010
Editora: Escola Superior de Educação - Instituto Politécnico de Castelo Branco
Citação: NAVE, Maria Luísa Jesus Paulo (2010) - A criança, o meio e o perfil psicomotor. Castelo Branco : IPCB. Escola Superior de Educação. 207 f. Dissertação de Mestrado.
Resumo: RESUMO A ecologia do desenvolvimento humano é um dos novos paradigmas que implica o estudo científico da interacção mútua e progressiva entre o indivíduo e o meio onde vive e interage. O estudo tem como objectivo verificar se existem diferenças estatisticamente significativas no perfil psicomotor, entre crianças de cinco anos do sexo feminino e do sexo masculino, que vivem no meio rural e crianças de cinco anos do sexo feminino e do sexo masculino, que vivem no meio urbano. A amostra foi constituída por 12 crianças, de ambos os sexos, com 5 anos de idade, divididas, equitativamente, por dois Jardins de Infância, um do meio rural e outro do meio urbano. Os instrumentos de avaliação utilizados para a obtenção dos dados relativos ao objecto de estudo foram um questionário (aos Pais) e a Bateria de Observação Psicomotora de Vítor da Fonseca (1975). Com a finalidade de enquadrar a dialéctica dos dados sincrónicos e diacrónicos do perfil psicomotor fez-se uma análise qualitativa aos questionários dirigidos aos pais, para identificar algum dado susceptível de justificar sinais perturbadores ao longo da aplicação dos testes psicomotores. Para comparação das pontuações obtidas nos testes da Bateria de Observação Psicomotora de Vítor da Fonseca, nas variáveis em função do sexo e do meio, recorremos ao Teste de Mann-Whitney, com nível de significância fixado em 0,05. Principais resultados e conclusões: - Na comparação do perfil psicomotor, nos dois meios estudados, não se verificaram diferenças estatisticamente significativas (p = 0,053 > 0,05). - Na comparação do perfil psicomotor, relativamente ao meio/sexo, não se verificaram diferenças estatisticamente significativas - Na análise realizada aos sete factores psicomotores foram encontradas diferenças estatisticamente significativas no factor Equilíbrio (p=0,021) e no factor Praxia Global (p=0,030), com vantagem para as crianças do meio rural. - Apesar de não existirem diferenças estatisticamente significativas, os resultados obtidos mostraram que as crianças do meio rural apresentam sempre pontuações superiores às das crianças do meio urbano.
Descrição: Dissertação apresentada na Escola Superior de Educação de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco, com vista à obtenção do grau de Mestre em Actividade Física, na Especialidade de Motricidade Infantil
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/699
Aparece nas colecções:ESECB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese-Luísa Nave.pdf2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.