Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/715
Título: Caracterização química do grão de ervilha proteaginosa
Autor: Rodrigues, A.M.
Rodrigues, P.
Reis, C.M.G.
Palavras-chave: Ervilha proteaginosa
Caracterização química
Energia
Alimentação animal
Data: 2011
Citação: RODRIGUES, A.M. ; RODRIGUES, P. ; REIS, C.M.G. (2011) - Caracterização do grão de ervilha proteaginosa. In Seminário Cereais e Legumisosas: Novas Perspectivas para a Beira Interior, Castelo Branco, 29 Jun. Comunicação.
Resumo: O objectivo deste trabalho foi determinar a matéria seca (MS), cinzas, matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), gordura bruta (GB), açúcares totais, amidos e estimar, a partir da composição química, a EM ruminantes, EM suínos, EM aves, ED coelhos e ED cavalos de cada uma de 10 cultivares mais produtivas obtidas num ensaio com 20 cultivares de ervilha proteaginosa (Pisum sativum) realizado na ESACB (Novembro de 2009 a Junho de 2010) (Projecto 0186_AGROCELE_3_E). As análises químicas foram realizadas no Laboratório de Nutrição e Alimentação Animal da ESACB. Para cada cultivar obtiveram-se 4 resultados que foram tratados estatisticamente (média, desvio padrão, ANOVA, teste Duncan). Os resultados obtidos (% na MS) permitem-nos afirmar o seguinte: as 10 variedades de ervilha proteaginosa estudadas constituem importante fonte de energia disponível (glúcidos citoplásmicos) com elevadas percentagens de açúcares solúveis (7,95% ISARD a 9,42% ENDURO) (P<0,05) e amidos (38,63% LIVIA a 45,00% AUDIT) (P<0,05); apresentam baixo conteúdo em FB (5.99% ISARD a 7.90% CARTOUCH) (P<0,05); apresentam elevado teor em PB (22.8% ENDURO a 26.1% CORRENT) (P<0,05) e reduzido teor em GB (0.69% LIVIA e 1.62% CHEROKEE) (P<0,05); apresentam idêntica EM ruminantes (11,85 MJ/kg MS JAMES a 11,87 MJ/kg MS CORRENT) (P>0,05), EM suínos (13,57 MJ/kg MS CORRENT a 14,71 MJ/kg MS ALHAMBRA) (P>0,05); EM aves (11,96 MJ/kg MS ENDURO a 12,45 MJ/kg MS AUDIT) (P>0,05), ED cavalos (13,73 MJ/kg MS CORRENT a 14,37 MJ/kg MS ALHAMBRA) (P>0,05) nas diferentes cultivares e apresentam ligeiras diferenças na ED coelho (12,99 MJ/kg MS CORRENT a 13,03 MJ/kg MS ALHAMBRA) (P<0,05). Conclui-se que a ervilha proteaginosa é um excelente alimento para ruminantes e monogástricos, podendo ser fornecida simples ou incluída em alimentos concentrados; é excelente como suplemento energético e proteico uma vez que associa, no mesmo grão, elevados níveis de PB e de amido; apresenta um valor energético relativamente elevado; devido ao baixo teor de GB é um alimento muito interessante para ruminantes e para dietas light de animais de companhia; dependendo do preço de mercado pode vir a substituir, total ou parcialmente, o milho (como fonte de glúcidos facilmente fermentescíveis) e a soja (como principal fonte de proteína).
Descrição: Seminário realizado na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco, no âmbito do Projecto 0186_AGROCELE_3_E
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/715
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Composição química_ervilha forrageira_ESACB29062011.pdf2,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.