Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/720
Título: Identificação de cultivares por microssatélites - aplicação à ervilha proteaginosa
Autor: Reis, C.M.G.
Diogo, M.G.
Palavras-chave: Ervilha
Pisum sativum
Microssatélites
SSRS
Data: 2011
Editora: ESA. IPCB
Citação: REIS, C.M.G. ; DIOGO, M.G. (2009) - Identificação de cultivares por microssatélites - aplicação à ervilha proteaginosa. In Seminário "Cereais e Leguminosas: Novas Perspectivas para a Beira Interior", Castelo Branco, 29 Junho. Comunicação oral.
Resumo: O objectivo deste trabalho foi realizar a identificação, por marcadores moleculares do tipo microssatélites, de 20 cultivares de ervilha proteaginosa, inscritas no catálogo comunitário de variedades. A extracção de DNA foi realizada com o DNAeasy Plant Mini Kit. Foram estudados 7 marcadores moleculares SSRs com o objectivo de detectar polimorfismos. Os fragmentos resultantes de amplificação foram separados por electroforese em gel de agarose MS-8, a 3,5% (w/v), em tampão TBE 1x, com coloração com brometo de etídio. Foi usado o marcador 100pb ladder da Biotools. Para cada locus foi calculado o valor PIC (Polymorphic Index Content) e os dados foram processados com utilização do software estatístico NTSYS-pc, vs. 2.21k. Foi utilizado o módulo SIMQUAL com coeficiente de similaridade de Jaccard, seguido de análise de cluster UPGMA (unweighted pair-group method with arithmetic mean). No total dos 7 loci foram registados 20 alelos. Foram detectados polimorfismos em 6 dos loci estudados, tendo sido construída uma tabela de código binário com os resultados obtidos. O valor PIC variou entre 0,42 (A9) e 0,58 (AB53). Registou-se a existência de reduzido número de heterozigóticos o que é consentâneo com o facto de ser uma espécie autogâmica. Com base em 6 marcadores SSRs é possível distinguir praticamente todas as cultivares. Apenas as cultivares Ideal e Alezan apresentam perfis idênticos para os 6 loci utilizados na análise identificativa. O dendrograma representante das relações genéticas existentes entre cultivares, construído por análise de cluster UPGMA, com base nos coeficientes de similaridade de Jaccard, permite constatar a existência de dois grandes grupos. No primeiro grupo incluem-se as cultivares Cleopatra, Alhambra, Ideal, Alezan, Pixel, Lumina, Cherokee, Gregor, Livia, Guifilo, Guifredo, Onix, Arthur, Enduro e Grisel. Esta última, de origem portuguesa, aparece geneticamente distanciada das restantes. No segundo grupo incluem-se as cultivares Isard, Cartouche, Audi, Corrent e James.
Descrição: Comunicação apresentada no Seminário "Cereais e Leguminosas: Novas Perspectivas para a Beira Interior", que se realizou em 29 de Junho, em Castelo Branco, na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/720
Aparece nas colecções:ESACB - Comunicações em encontros científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Carlos_microsat_ervilha.pdf649,98 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.