Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/940
Título: Utilização de sub-produtos do processamento agro-industrial na alimentação animal: influência dos níveis de suplementação proteica na lactação de ovelhas Merino da Beira Baixa
Autor: Andrade, C.S.C.R.
Palavras-chave: Ovino
Raça Merino da Beira Baixa
Alimentação
Lactação
Data: 1995
Editora: IPCB. ESA
Citação: ANDRADE, C.S.C.R. (1995) - Utilização de sub-produtos do processamento agro-industrial na alimentação animal: influência dos níveis de suplementação proteica na lactação de ovelhas Merino da Beira Baixa. Castelo Branco : IPCB. ESA. 99 p. Provas Públicas para a categoria de Professor Adjunto apresentadas à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Resumo: Face às características da ovelha Merino da Beira Baixa, fraca produtora de leite apesar de explorada para tal, e aos custos alimentares, nomeadamente do concentrado comercial, no mercado regional começaram a ser introduzidos subprodutos do processamento agro-industrial a um preço mais convidativo. Assim, e por falta de dados técnicos, realizou-se um estudo em ovelhas lactantes ordenhadas dos 32 aos 150 dias de lactação e tendo como alimento base feno de aveia suplementado com polpa de citrinos, bagaço de soja e farinha de glúten de milho a 22% comparativamente a um concentrado comercial. O ensaio foi delineado segundo um modelo factorial 4x3 completamente casualizado com três blocos, ou seja foram criados quatro grupos de 9 ovelhas sujeitas a três níveis de suplementação, 25, 37.5 e 50% das necessidades totais em proteína bruta, perfazendo 36 animais. O controle foi individual pelo que cada ovelha funcionou como uma repetição. O ensaio foi repetido para minimizar ao máximo os possíveis factores de variação pelo que o número total de animais em estudo foi de 72. Após análise estatística dos dados verificou-se que não houve diferenças significativas entre os alimentos utilizados para os parâmetros em estudo, produção de leite, teor proteico e butiroso, embora economicamente o bagaço de soja se tenha mostrado o melhor apesar de ter uma duração da lactação menor. A polpa de citrinos foi a que apresentou piores resultados com uma maior persistência de lactação. Para este produto há quantidades limites a fornecer e que se situam em 1% do peso vivo. Só a partir do nível de suplementação a 50% os animais tiveram as suas necessidades em proteína bruta e energia satisfeitas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/940
Aparece nas colecções:ESACB - Provas Públicas

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Carlos Andrade-Provas Publicas Prof.Adjunto-tese.pdf42,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.