Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.11/5691
Título: Bioavailability of phosphorus from composts and struvite in acid soils.
Autor: Monteiro, M.C.H.
Palavras-chave: Olsen P
Phosphorus fractionation
Phosphorus sustainability
Phosphorus use efficiency
Fracionamento do fósforo
Sustentabilidade do fósforo
Uso eficiente do fósforo
Data: 2017
Editora: Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Departamento de Engenharia Agrícola
Citação: MONTEIRO, M.C.H. (2017) - Bioavailability of phosphorus from composts and struvite in acid soils. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. ISSN 1807-1929. 21:7. P. 459-464.
Resumo: The objective of this study was to assess the type and fractions of phosphorus (P) forms in composts and struvite and how these P forms affect the bioavailability of P in the soil. P fertilization was performed with compost from sewage sludge (CSS), compost from poultry litter (CPL) and struvite (SV) and compared with single superphosphate (SSP). P forms were quantified through a sequential fractionation scheme. The first extraction was performed with H2O, the second with 0.5 M NaHCO3, the third with 0.1 M NaOH and the fourth with 1 M HCl. The release of P over time, after soil P fertilization, was assessed by incubating the fertilizers with a low-P acid soil. P bioavailability was assessed through a micro-pot experiment with the incubated soils in a growth chamber using rye plants (Secale cereale L.). Inorganic P forms in the first two fractions represented ~50% (composts), 32% (SV) and 86% (SSP) of the total P; and in the HCl fraction, ~40% (composts), 26% (SV) and 13% (SSP) of the total P. Despite the variability of the P form fractions in the composts and struvite, the P release and bioavailability were similar among the fertilized treatments. The acidic nature of the soil, which improve solubility of Ca-P forms, and the high efficiency of rye, which favors P uptake, were factors that contributed to these results.
Resumo O trabalho teve como objetivo caracterizar as formas de fósforo (P) presentes em compostos e em struvite e avaliar a influência dessas formas na biodisponibilidade do P. A fertilização fosfatada efetuou-se com composto obtido de lodos de tratamento de águas residuais (CSS), composto a partir de estrume de galinha (CP) ou struvite (SV) utilizando-se o adubo comercial superfosfato simples (SSP) como controle. Realizou-se um fracionamento sequencial das formas de P dos fertilizantes: a primeira extração efetuou-se com H2O, a segunda com NaHCO3 0,5 M, a terceira com NaOH 0,1 M e a quarta com HCl 1 M. Realizou-se um ensaio de incubação após aplicação de cada fertilizante a um solo ácido e pobre em P para avaliação do efeito do tempo na libertação do P. A biodisponibilidade de P foi avaliada num ensaio em vasos com os solos incubados usando como planta teste o centeio (Secale cereale L.). Os compostos apresentaram ~50% do P inorgânico nas duas primeiras frações, a SV 32% e o SSP 86%. A fração de P inorgânico em HCl representou ~40% nos compostos, 26% na SV e 13% no SSP. Apesar da variabilidade nas formas de P todos os fertilizantes mostraram semelhante taxa de libertação e biodisponibilidade em P. A acidez do solo, favorecendo a solubilização de formas de P, em conjunto com a elevada eficiência do centeio em absorver o P, foram fatores que contribuíram para este resultado.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.11/5691
DOI: 10.1590/1807-1929
ISSN: 1807-1929
Aparece nas colecções:ESACB - Artigos em revistas com arbitragem científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
HortaC_publicadoA.pdf220,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.